Destaques

Urgente: Thiago Silva revela que não voltou por culpa de Fernando Diniz

Com diversos títulos em sua carreira e uma trajetória notável no mundo do futebol, Thiago Silva, revelado pelo Fluminense, concedeu recentemente uma entrevista à ESPN, na qual fez importantes revelações sobre sua carreira e o sobre ser barrado de volta a equipe por Fernando Diniz.

Atualmente com 39 anos, Thiago Silva é considerado um dos maiores zagueiros de sua geração. Ele foi revelado pelo Fluminense e construiu uma carreira sólida antes de rumar para a Europa, onde se consolidou e chegou a ser capitão da Seleção Brasileira.

Tendo atuado por clubes como Milan, Paris Saint-Germain e Chelsea, Thiago Silva esteve próximo de um retorno ao Fluminense na janela de transferências, mas optou por renovar por mais um ano com o Chelsea para ajudar na renovação do elenco após uma temporada difícil em 2022/23.

Apesar de sua idade avançada, ele foi titular e capitão da Seleção Brasileira na última Copa do Mundo em 2022, na qual o Brasil foi eliminado nas quartas de final pela Croácia. No entanto, desde então, ele não foi mais convocado para a Seleção, o que gerou dúvidas sobre sua aposentadoria da equipe nacional.

Thiago Silva revela que não voltou por causa dos técnicos

Após uma Copa do Mundo decepcionante, na qual Thiago Silva teve um desempenho individual destacado, o zagueiro chamou a atenção por não ser mais convocado para a Seleção Brasileira. Em uma entrevista, ele revelou que não se aposentou da Seleção, apenas deixou de receber oportunidades, mas está disponível para representar o Brasil quando convocado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Não tomei decisão nenhuma de não ir para a Seleção Brasileira. Estou sempre à disposição, mas simplesmente não fui chamado para essas recentes oportunidades”, comentou Thiago Silva em trecho sobre sua não convocação.

Diante do clamor dos torcedores, Thiago Silva deixa aberta a possibilidade de ser convocado novamente, especialmente sob o comando de Fernando Diniz, descartando qualquer aposentadoria da Seleção Brasileira e enfatizando que sua ausência se deveu a opções técnicas dos treinadores, inicialmente Ramon Diaz e agora Fernando Diniz.

Mantendo viva a esperança de retornar à Seleção, o jogador acumula 113 partidas com a camisa da Canarinho, sete gols marcados e dois títulos conquistados, a Copa das Confederações de 2013 e a Copa América de 2019. Ele aguarda ansiosamente uma nova chance sob o comando de Fernando Diniz para voltar a integrar a equipe.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo