Últimas Notícias do Fluminense

Urgente: Mudança de treinador confirmada antes da Recopa Sul-Americana

Comandante está em fim de contrato

Após conquistar o 2º lugar no Mundial de Clubes, o Fluminense aproveita seu momento de férias enquanto a temporada 2024 não começa. Com o Campeonato Carioca em vista, o técnico Fernando Diniz encara com maior atenção a disputa da Recopa Sul-Americana. Apesar do título ser disputado apenas em fevereiro, a LDU enfrenta o dilema da incerteza sobre a renovação com o técnico Luis Zubeldía.

Todo elenco competitivo é montado pelos pilares e um dos pioneiros é o treinador. Responsável por levar a LDU ao título da Copa Sul-Americana 2023, Luis Zubeldía pode estar com os dias contados em Quito. Segundo a Rádio Sonodeportes, com o vínculo se encerrando no dia 31 de dezembro, o comandante argentino ainda não entrou em acordo sobre as novas cifras e tempo de extensão contratual.

Apesar de seu prestígio no clube, a diretoria da LDU estuda novos nomes em caso de recusa vinda de Zubeldía. Dessa forma, o Fluminense pode encarar na Recopa Sul-Americana um novo treinador. Dessa forma, os dirigentes equatorianos analisam as situações de Rubén Dario Insúa, Miguel Ángel Ramírez e um treinador colombiano (este ainda não revelado).

Na temporada atual, Luis Zubeldía disputou 43 partidas sob o comanda da LDU, entre Copa Sul-Americana e Liga do Equador. Como resultado de seu desempenho, o treinador faturou 25 vitórias, 14 empates e apenas quatro derrotas, além de erguer o troféu da competição organizada pela Conmebol.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Recopa Sul-Americana como redenção

Pela Recopa Sul-Americana, o Tricolor das Laranjeiras encara a LDU, nos dias 21 e 28 de fevereiro. De modo geral, o primeiro embate é sempre protagonizado na casa do campeão da Sul-Americana (Casa Blanca), enquanto o jogo da volta ocorre no palco pertencente ao vencedor da Conmebol Libertadores (Maracanã).

Os dois campeões da América possuem uma rivalidade antiga, na qual o time equatoriano levou a melhor em duas decisões. No entanto, o time comando por Fernando a Diniz pretende colocar um fim neste tabu. Sobretudo, Fluminense e LDU se esbarraram em duas decisões e os brasileiros foram despachados em todas elas.

A princípio, em 2008, os planteis duelaram na final da Conmebol Libertadores. Na ocasião, no primeiro confronto, os equatorianos venceram por 4 a 2 e no embate da volta os cariocas emplacaram 3 a 1. No entanto, nas penalidades, o Tricolor das Laranjeiras perdeu por 3 a 1.

Posteriormente, na final da Sul-Americana de 2009, novamente os dois times se esbarraram. No primeiro jogo, a LDU goleou o Fluminense por um placar de 5 a 1. Por outro lado, no confronto da volta, o Tricolor das Laranjeiras diminuiu a diferença para 3 a 0, mas o agregado de 5 a 4 deu o título para o elenco equatoriano.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo