DestaquesJogos e Partidas do FluminenseÚltimas Notícias do Fluminense

Urgente! Mário Bittencourt tem reunião secreta com o presidente da FIFA para entregar o Mundial ao Fluminense

O Fluminense, na tarde desta sexta-feira (22/12) às 15h no horário de Brasília, entrará no estádio King Abdullah Sports City em Jeddah, na Arábia Saudita, para enfrentar o Manchester City na grande decisão do torneio mundial. Para a final, o presidente do Flu fez uma visita inesperada ao presidente da FIFA, Gianni Infantino.

Com o favoritismo do lado inglês, o Flu mesmo assim jogará o máximo que pode e irá com força máxima para a decisão. Entretanto, mesmo se caso não vença, o presidente Mário Bittencourt tem uma carta na manga para dar ao Fluminense o título do Mundial de Clubes, considerando um torneio antigo que ocorreu no Rio.

A famosa e polêmica Copa Rio de 1952 foi a segunda edição do torneio que teve o Palmeiras como campeão em 1951, e a de 1952 foi também a última edição do torneio que reunia diversos clubes ao redor do mundo, sendo considerado por muitos, e até mesmo por Palmeiras e Fluminense, como título Mundial.

Devido a isso e pela importância da competição na época, Mario Bittencourt presenteou o presidente da FIFA com um kit do Fluminense remetendo à conquista do mundial de 1952, onde o Tricolor tenta até os dias de hoje ser reconhecido como mundial oficialmente, tal como o Palmeiras também faz.

Na edição de 1952, o Fluminense teve os mesmos moldes de 1951, com dois grupos de quatro equipes, sendo que os dois primeiros avançavam para as semifinais e posteriormente para a final. O torneio, apesar de ocorrer apenas no Rio de Janeiro, tinha sistema de ida e volta entre os clubes a partir da semifinal.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense foi campeão na final brasileira

Na competição, o Flu ficou no grupo A com Peñarol do Uruguai, Sporting de Portugal e Grasshopper da Suíça. O grupo B tinha Corinthians, Austria Viena da Áustria, Libertad do Paraguai e Saarbrücken da Alemanha. Na fase de grupos, Corinthians e Fluminense avançaram em 1º lugar, enquanto Peñarol e Austria Viena se classificaram em segundo em seus grupos.

No mata-mata, Fluminense e Corinthians se encontraram na final após passarem por seus respectivos duelos. Na grande decisão, o Fluminense venceu o primeiro jogo por 2×0, e no segundo jogo, apenas empatou em 2×2, sagrando-se o grande campeão do mundo na época.

Até os dias de hoje, o Fluminense busca o reconhecimento desse título e, quem sabe, poderá se tornar bi-mundial com o possível triunfo diante do Manchester City e o reconhecimento do torneio mundial de 1952 conquistado sob olhares de mais de 65 mil pessoas.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo