Últimas Notícias do Fluminense

Torcida do Fluminense comete ato homofóbico na Libertadores e pode ser punida

A CONMEBOL pode punir o Fluminense após o empate por 2 a 2 nesta última quarta-feira, 27, no Maracanã, na primeira partida contra o Internacional em busca por uma vaga na finalíssima da Libertadores.

Desta vez, os Tricolores poderão ser punidos por cânticos homofóbicos proferidos por torcedores do clube no jogo de ida da semifinal da Libertadores, contra os Colorados. Confira o momento abaixo:

A CONMEBOL fez uma série de mudanças em seu Código Disciplinar, enviando o documento às associações nacionais. Nas novidades incluídas, a instituição indicou que criaria penas bem mais severas em casos de racismo e discriminação por orientação sexual, idioma, crença ou origem, enquadrando-se no triste acontecimento desta última partida.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Cânticos homofóbicos não são novidade

Vários momentos em que os cânticos homofóbicos foram cantados pela torcida do Fluminense foram filmados e já estão em diversas redes sociais. Aliás, o clube já foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por gritos homofóbicos contra o mesmo adversário, em novembro de 2021.

É importante ressaltar que a CONMEBOL pode dar multas severas aos clubes culpabilizados por estes atos, incluindo multa de até 100 mil dólares (cerca de R$ 505 mil reais, na atual cotação), além de fechamento parcial ou total do estádio e até mesmo perda de mandos de campo. Desta forma, o torcedor Tricolor pode acabar prejudicando a equipe, ao invés de auxiliá-la durante os noventa minutos.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo