Últimas Notícias do FluminenseDestaquesFluminense na LibertadoresJogos e Partidas do Fluminense

Torcedores do Colo-Colo praticam xenofobia após derrota para o Fluminense

Tricolor venceu por 2 a 1

Grandes clubes e torcedores são reconhecidos por suas grandezas não no momento da vitória, mas como se comportam diante das derrotas. Nesta terça-feira (9), o Fluminense derrotou o Colo-Colo no Maracanã, por 2 a 1, em jogo válido pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Como consequência do resultado negativo, os torcedores chilenos praticaram xenofobia contra o árbitro da partida.

O venezuelano Jesús Valenzuela viu sua vida se transformar em um inferno após o apito final entre Fluminense e Colo-Colo. Em seu perfil oficial do Instagram, os adeptos do clube chileno inundaram os comentários com ofensas à sua nacionalidade. Mostrando o lado desumano, muitos torcedores fizeram alusão às condições precárias vivenciadas pelos habitantes do país de origem do juiz.

Em algumas de suas fotos é possível ver comentários como: “A Venezuela é a escória do mundo”. Outros torcedores foram além e “ensinaram” a como fazer comida simples para que a população não morra de fome. Apesar do preconceito escancarado, o Colo-Colo não se pronunciou sobre o ocorrido, enquanto a imprensa brasileira segue denunciando o caso.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Colo-Colo liga o sinal de alerta

Com a derrota para o Fluminense, o Colo-Colo perdeu a liderança do Grupo A, ficando a um ponto do Tricolor das Laranjeiras. Para voltar a ter chances de conquistara a vaga às oitavas de final de forma antecipada, o técnico Jorge Almirón já liga o sinal de alerta. No dia 23 de abril, os chilenos encaram o Alianza Lima, às 21h30 (Horário de Brasília), na tentativa de reassumir o lugar de protagonismo no agrupamento.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo