Últimas Notícias do Fluminense

Time alvinegro se junta ao Vasco para tirar o Maracanã de Fluminense e Flamengo

Na recente disputa pela gestão do Maracanã, uma revelação surpreendente veio à tona: o Vasco da Gama incluiu partidas do Santos e do Brusque em sua proposta técnica para a licitação do estádio. A informação foi divulgada pelo vice-presidente geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, após a sessão de abertura das propostas técnicas realizada na sede do Governo do Rio de Janeiro.

A competição para administrar o icônico Maracanã reúne os consórcios Fla-Flu, Maracanã Para Todos (Vasco e WTorre) e RNGD (Arena 360), cada um apresentando sua visão e propostas para o futuro do estádio. Durante o procedimento, onde os representantes dos concorrentes rubricaram todas as páginas das propostas, Dunshee destacou que a inclusão dos jogos de Santos e Brusque pela proposta do Vasco é uma estratégia para elevar a pontuação técnica do clube na licitação.

Vasco tenta manobra ousada para tirar Maracanã de Flamengo e Fluminense

Esta manobra é significativa, pois o edital exige que os licitantes demonstrem ser detentores de pelo menos 25 datas oficiais de futebol, com 75% dessas datas provenientes do Brasileirão (Séries A ou B), Copa do Brasil e competições internacionais. Atingir pelo menos 70 datas anuais garantiria pontuação máxima neste critério, um objetivo que Flamengo e Fluminense afirmam cumprir em suas propostas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dunshee expressou preocupação com a abordagem do Vasco, sugerindo que o Flamengo poderia contestar formalmente esta estratégia caso confirmada, embora espere que a própria comissão da licitação aborde a questão.

O CEO da Vasco SAF, Lúcio Barbosa, representante do cruzmaltino na audiência, preferiu não entrar em detalhes sobre a proposta, reiterando a confiança do clube em sua oferta e o compromisso com um Maracanã mais inclusivo, acolhendo não apenas o Vasco, mas também Flamengo, Fluminense e Botafogo.

A terceira concorrente, o consórcio RNGD, propõe uma abordagem inclusiva, abrindo espaço para todos os clubes e estabelecendo valores de aluguel variáveis conforme a importância do jogo, demonstrando a complexidade e o dinamismo na disputa pela gestão do Maracanã, um dos estádios mais emblemáticos do futebol brasileiro.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo