Últimas Notícias do Fluminense

Será punido pela Conmebol? Diniz volta a detonar a arbitragem de Fluminense x LDU

Campeão da Copa Libertadores da América em 2023, o Fluminense já iniciou um novo ano com o pé direito, completando a sua primeira taça em 2024, sendo reconhecido como campeão da Recopa Sul-Americana. Na última quinta-feira (29), a equipe conseguiu superar a LDU (EQU) por 2 a 0, em decisão firmada no estádio Maracanã. Ainda assim, Fernando Diniz ficou na bronca com a arbitragem.

Após o conturbado confronto, com grande responsabilidade em mãos, o treinador declarou sua opinião sobre a arbitragem, especialmente por certa contribuição para as ceras do adversário. Vale ressaltar que não foi a primeira vez em que o profissional se posicionou contra os árbitros, algo que se fez evidente no jogos de ida, quando completou uma derrota em 1 a 0.

“O árbitro deixou a LDU fazer o que queria porque não queria jogar. É diferente do que foi na altitude porque era pausar para respirar. No primeiro tempo ele deu dois minutos e o goleiro ficou cinco para os tiros de meta” disse o treinador, que ainda completou sobre a expulsão de John Kennedy: Não posso falar porque estava muito longe e não vi o lance ainda na televisão” finalizou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz comenta erros na partida do Fluminense

Ainda no confronto de ida, Fernando Diniz foi um dos que questionaram algumas decisões tomadas pela arbitragem de Andrés Rojas. Em entrevista coletiva, o profissional garantiu que o confronto ficou marcado por erros, que levaram o Fluminense à derrota. Na ocasião, o gol foi marcado por Alex Arce, já ao final do duelo. A preocupação, no entanto, não impediu o time carioca de ficar com a taça.

“Infelizmente, o jogo foi manchado por um erro grosseiro da arbitragem”, iniciou o profissional. “Vai aqui nosso repúdio, porque tem muita coisa envolvida, famílias envolvidas. No futebol tem que ganhar o melhor sem interferência da arbitragem, e o jogo hoje teve clara interferência da arbitragem”, completou Fernando Diniz.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo