Últimas Notícias do Fluminense

Sem fazer alarde Fluminense contratou destaque do Campeonato Francês

O dia 5 de março nunca mais foi o mais para o torcedor do Fluminense, desde a chegada de um dos maiores ídolos da história do clube: Fred. Ainda em 2009, o jogador foi contratado junto ao Lyon (FRA), apresentado como uma das grandes peças daquele elenco. Nas redes sociais, o Tricolor comemorou os 15 anos da chegada do ex-jogador e hoje dirigente da equipe carioca.

O ex-atacante conta com uma longa trajetória na equipe, se desdobrando entre duas passagens com a camisa do Fluminense. A primeira aconteceu de 2009 a 2016, quando acabou passando por transferência polêmica pela diretoria, à época com o presidente Peter Siemsen, encaminhando sua passagem pelo Atlético-MG. Em Minas Gerais, acabou se desdobrando em mais polêmicas.

O atleta ainda retornou ao Fluminense em 2020 e permaneceu até a temporada de 2022. Naquele ano, decidiu anunciar sua aposentadoria, seguindo para um novo rumo no esporte. No total, o atleta entrou em campo em 382 oportunidades, balançando as redes 199 vezes, contando com números impressionantes. O jogador certamente marcou seu nome na história do clube.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense comemora contratação de Fred

Além de ter conquistado o bicampeonato brasileiro (2010-12), Fred foi bicampeão estadual (2012-22) e ainda garantiu o título da Primeira Liga (2016). Como diretor de planejamento esportivo, esteve presente nas conquistas do Carioca e da Copa Libertadores da América em 2023, e da Recopa Sul-Americana em 2024. O clube segue em importante destaque no ano.

“Nesta terça-feira, o ídolo Fred completa 15 anos de Fluminense. Dentro de campo, quase 400 jogos, 199 gols, dois brasileiros, cariocas e uma idolatria que nunca vai acabar. Fora dele, como dirigente, já conquistou mais um Carioca, a CONMEBOL Libertadores e a CONMEBOL Recopa. Existem ídolos e existe você, Frederico Chaves Guedes. Obrigado”, revelou o clube. 

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo