Últimas Notícias do Fluminense

Ronaldinho volta da aposentadoria e acerta com time do Distrito Federal

O astro Ronaldinho Gaúcho, é ídolo incontestável do futebol mundial, dono de uma carreira vitoriosa, que ainda deixa rastros. Mesmo aposentado, o atleta se desdobra nos mais diversos desafios, e segue organizando o Jogo da Alegria, partida beneficente que atrai olhares dos torcedores no cenário nacional. O profissional já planeja a nova edição, que de acordo com o ‘ge’, já tem data para ocorrer.

Vale ressaltar que a organização da partida já havia compartilhado aos torcedores, que o amistoso que reúne nomes consagrados do futebol mundial, além de profissionais ligados à música, estaria sendo programado para ser realizado em Brasília. Neste momento, já foi definido que o confronto acontecerá no dia 28 de julho, um domingo, no Estádio Bezerrão.

Outro detalhe importante que já está sendo compartilhado pela organização, é que a nova edição da partida será exclusivamente beneficente, assim, os bilhetes serão adquiridos após a doação de alimentos não perecíveis. Assim, aos torcedores que quiserem se informar sobre a quantidade de alimentos a serem doados, além dos pontos de troca, a organização confirma que divulgará em breve.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Companheiros de Ronaldinho serão divulgados em breve

Vale ressaltar que a partida já foi realizada em outros estados brasileiros, como Alagoas e Pernambuco, e agora, vai em busca de uma nova casa. Os organizadores também compartilharam que os participantes do jogo, além de Ronaldinho Gaúcho, terão seus nomes divulgados em breve, algo que gera grande expectativa entre os torcedores, que já se preparam para ver seus ídolos.

É importante pontuar que todas as doações arrecadadas com a realização do duelo, serão destinados às vítimas da tragédia climática do Rio Grande do Sul. Mesmo com o passar dos dias, a diminuição da água, é de extrema importante que a população continue contribuindo da maneira que pode, já que grande parte das pessoas perderam suas casas, seus pertences, e terão que recomeçar.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo