Últimas Notícias do Fluminense

Ronaldinho Gaúcho é despejado pela Polícia e fica sem ter onde morar

Ronaldinho Gaúcho, ícone do futebol mundial, está envolvido em disputas judiciais que impactam diretamente seu patrimônio. Recentemente, foi divulgado que a Justiça Federal do Rio de Janeiro ordenou a penhora de duas luxuosas mansões pertencentes ao ex-jogador, em decorrência de uma dívida que excede a marca de R$ 1 milhão.

Os imóveis em questão estão situados em locais de destaque: um na Zona Oeste do Rio de Janeiro e outro em Xangri-lá, no Rio Grande do Sul. Essa decisão faz parte de um processo que, apesar de correr sob sigilo, sinaliza uma fase de avaliações minuciosas antes da concretização da penhora.

Esse revés financeiro tem raízes em um caso de 2008, quando o Instituto Ronaldinho Gaúcho, ligado ao ex-craque, não cumpriu um acordo com o programa Jogos Gaúchos de Verão. De acordo com o site UOL, o compromisso previa o repasse de R$ 2,3 milhões à prefeitura de Porto Alegre, quantia esta que não foi devidamente quitada por Ronaldinho e seus associados.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ronaldinho também está envolvido em outros problemas judiciais

Além dessa pendência, o ex-jogador enfrenta outras polêmicas judiciais. O astro do futebol é investigado em um processo de lavagem de dinheiro ligado a uma empresa de criptomoedas da qual é fundador e sócio. A empresa prometia retornos financeiros exorbitantes aos investidores, promessa essa que não se materializou, resultando em acusações contra o ex-atleta.

Esses episódios somam-se a uma série de contratempos legais que Ronaldinho Gaúcho vem enfrentando nos últimos anos, marcando um período turbulento fora dos campos para o jogador que encantou o mundo com seu futebol sem igual.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo