Últimas Notícias do FluminenseDestaquesJogos e Partidas do FluminenseMercado da Bola do Fluminense

Revelado o motivo para Diniz ainda não ter sido demitido do Fluminense

Treinador está com a corda no pescoço

Quem vê o Fluminense de 2024 não imagina que o mesmo elenco foi capaz de erguer a taça da Libertadores da América na temporada passada. Sem direcionamento dentro das quatro linhas, Fernando Diniz tem sua demissão solicitada por parte da torcida, mas o jornalista José Ilan cravou que suas façanhas pessoais impedem que a rescisão seja assinada.

Por meio de seu canal no YouTube, o comunicador discorreu sobre os últimos duelos protagonizados por Diniz. Em nove jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro, o treinador levou o Fluminense a vencer apenas um conflito. Analisando minunciosamente os bastidores tricolores, Ilan destacou que a demissão do comandante somente não ocorreu graças aos títulos inéditos faturados por ele.

“O que os dirigentes estão fazendo, mantendo o Diniz por mais dois jogos, é dando um crédito de confiança final à ele. Isso eu ouvi de um interlocutor, com quem falei hoje, se fosse um outro treinador, não estaria mais no cargo. Diniz permanece por mais esses dois jogos pela relação, pela história que construiu no Fluminense”, disparou o jornalista.

Por mais que os torcedores cobrem uma mudança de postura de todo o grupo, é inegável falar das façanhas de Diniz nas Laranjeiras. Em um intervalo de apenas três meses, o treinador faturou as taças da Libertadores da América e Recopa Sul-Americana, troféus jamais faturados pelo Fluminense. No entanto, na temporada atual o treinador sequer conseguiu chegar à final do estadual.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fernando Diniz fala sobre cobranças externas

Após vexame diante do Atlético-GO, na nona rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador do Fluminense falou sobre as vaias e xingamentos descarregados pelos quatro cantos do Maracanã. Segundo Fernando Diniz, os tricolores estão com a razão de cobrar uma remontada, haja vista o péssimo desempenho do plantel de Xerém.

“Se a torcida me xingar e vaiar o time do início ao fim, ela está certa. Nós não temos entregado o que eles merecem. A torcida do Fluminense precisa de mais. Tenho uma frustração em não entregar o que eles merecem. Eu tenho um carinho enorme por eles e sei o que precisa. Sei o que estou fazendo. O nosso jeito de jogar está sendo questionado porque estamos com resultados ruins”, pontuou ele.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo