Fluminense na Copa do BrasilHistória do Fluminense

Quantos títulos da Copa do Brasil o Fluminense possui?

Confira quantos títulos da Copa do Brasil que o Fluminense Football Club já conquistou no decorrer dos seus anos de história. O Tricolor tem um dos passados de maior destaque dentro do futebol brasileiro. Mas, diferente de outros clubes ao redor do Rio de Janeiro e do país, não precisamos ir longe para visitar as glórias conquistadas pelo time das Laranjeiras.

Neste século mesmo podemos exaltar diversos momentos em que o Fluzão encontrou um grande destaque e conseguiu levantar taças de expressão. Como aconteceu na competição eliminatória, que resultou, menos de 20 anos atrás, uma taça importantíssima para o moral dos torcedores. Levando, posteriormente, também ao destaque em outros âmbitos.

Copa do Brasil de 2007: o título do Fluminense

A equipe carioca conseguiu chegar ao topo da Copa do Brasil apenas uma vez em sua história e isso aconteceu na temporada de 2007. Naquela época, a classificação para a disputa da competição em questão acontecia por meio dos estaduais, também contendo algumas ‘sobras’ para os melhores ranqueados da CBF que não estavam classificados.

Na ocasião, por não ter conseguido conquistar um bom resultado no Campeonato Carioca de 2006, o Fluminense entrou por ser o então 11º colocado do ranking da entidade que organiza a competição. Além disso, os clubes que foram para a Copa Libertadores do ano citado não disputaram o torneio, já que havia um grande conflito de datas que impedia a participação nas duas frentes.

Fases iniciais da Copa do Brasil de 2007

Com uma menor participação do pelotão chamado dos grandes do futebol brasileiro, já que alguns participavam da Libertadores, diversos times de menor expressão acabaram cruzando o caminho do Fluminense no decorrer daquela edição da Copa do Brasil. O primeiro adversário, por exemplo, foi a Associação Desportiva Senador Guiomard, também conhecida como ADESG.

Depois de conseguir vencer a primeira partida por 2 a 1, o Tricolor das Laranjeiras fez valer de vez o seu favoritismo na volta, quando goleou, vencendo por um expressivo 6 a 0. Alex Dias, Cícero, Thiago Neves, duas vezes, Thiago Silva e Lenny foram os responsáveis por marcar os gols da partida em questão.

Já a segunda rodada daquela edição Copa do Brasil foi marcada por um embate mais equilibrado contra o América de Natal. O Tricolor conseguiu uma importante vitória fora de casa por 2 a 1. Assim, quando perdeu dentro dos seus domínios, por 1 a 0, conseguiu a classificação por conta dos gols marcados fora de casa, continuando sua campanha.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Duelos equilibrados para o Fluminense

Chegando nas oitavas de final, o adversário foi o Bahia, onde, mais uma vez, o Fluzão conseguiu avançar por conta dos gols marcados fora de casa, desta vez sem nenhuma vitória no confronto. Depois de empatar em 1 a 1 dentro de casa, o placar igual de 2 a 2 fora garantiu que a equipe das Laranjeiras se mantivesse em pé no torneio.

Nas quartas de final, o então Atlético Paranaense apareceu no caminho. Também sem sobrar nos duelos, o Fluminense conseguiu a classificação por um tento. Depois de empatar em um a um a ida, uma vitória simples garantiu o avanço da equipe treinada por Renato Gaúcho para as semifinais da Copa do Brasil.

E foi na fase em questão que um duelo um pouco mais desbalanceado foi visto. O Fluminense encarou o Brasiliense e conseguiu uma vitória por 4 a 2 no primeiro embate entre as equipes. Sendo assim, o empate em 1 a 1 na volta garantiu a vaga na grande decisão.

A final épica contra o Figueirense

O Figueirense chegou na grande final com moral após ter derrubado o Botafogo nas semifinais, usando do gol fora. Sendo assim, conseguiu um resultado importantíssimo fora de casa, na primeira partida, no Maracanã. Depois de sair na frente com Henrique, porém, os catarinenses deixaram o empate acontecer no apagar das luzes, com um tento de Adriano Magrão.

Já a volta aconteceu dentro do Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, onde a história foi feita. Logo aos três minutos de jogo Roger abriu o placar e deu os números finais ao confronto. Um placar simples, mas que garantiu que a taça chegasse nas Laranjeiras.

O time base do Fluminense na grande final foi composto por: Fernando Henrique; Carlinhos, Thiago Silva, Roger e Junior Cesar; Fabinho, Arouca, Cícero e Carlos Alberto (Thiago Neves); Alex Dias (Rafael Moura) e Adriano Magrão (David). Técnico: Renato Gaúcho. O maior destaque do time carioca na competição, inclusive, foi o próprio autor do gol do título, que marcou quatro vezes na campanha.

Botão Voltar ao topo