DestaquesÚltimas Notícias do Fluminense

Quanto Fernando Diniz estava embolsando na Seleção Brasileira?

Fernando Diniz, depois de receber uma segunda chance no Fluminense após uma passagem boa, porém sem resultados expressivos em 2019, o técnico retornou no segundo semestre de 2022 em baixa no mercado após passagens ruins por Vasco da Gama e Santos. No entanto, desde sua chegada ao Fluminense, o treinador tem feito extremo sucesso.

Campeão carioca em 2023 e da histórica e inédita Libertadores da América, Fernando Diniz, no meio de 2023, inclusive, foi chamado para a Seleção Brasileira, que havia recentemente rebaixado Ramon Menezes para a equipe sub-20. A ideia, a princípio, era Diniz assumir o cargo até meados de junho de 2024.

Depois desse período de contrato, entraria Carlo Ancelotti, que, segundo palavras do próprio Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, o acordo com o italiano já estava fechado para o ciclo de 2026, algo que não ocorreu, com Ancelotti afirmando que apenas ouviu a proposta, mas preferiu ficar no seu clube atual. Ednaldo Rodrigues, inclusive, chegou a ficar fora da presidência da CBF.

No início de 2024, após retornar à presidência da entidade brasileira, Ednaldo tomou uma atitude drástica, mandando embora Fernando Diniz, treinador que ainda tinha contrato com a Seleção Brasileira. A medida de Ednaldo foi principalmente para ter um técnico para o ciclo até 2026, que será Dorival Junior.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Gastos da CBF com Diniz são revelados

Para ter Diniz, a CBF teve primeiro que conseguir a liberação do Fluminense, que liberou o treinador durante o ciclo no final de 2023. No entanto, para isso, a CBF teve que desembolsar um valor milionário para ter o treinador, e de acordo com o jornal “O Globo”, a entidade desembolsou ao todo cerca de 6 milhões de reais com o técnico do Flu.

Parte deste dinheiro inclusive foi usado pelo Flu para pagar o salário do treinador nos períodos em que ele esteve a serviço da Seleção. Apesar de ter saído da Seleção, Diniz ainda teria dois amistosos para realizar, que agora serão comandados por Dorival. O técnico inclusive já teve seu desligamento comunicado pelo Tricolor Paulista via redes sociais.

Para Fernando Diniz, apesar da chateação do técnico em não ser chamado para ser o treinador do novo ciclo da Seleção, agora ele terá total foco e liberdade no Fluminense, onde em 2024 a equipe Tricolor busca novamente empilhar taças. Diniz, inclusive, já tem dois reforços para o elenco nesta próxima temporada.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo