Últimas Notícias do Fluminense

Presidente do Fluminense dá ordem para novo investidor do clube

Nesta quinta-feira, 9, o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, participou de uma entrevista no Charla Podcast. E, durante a conversa, ele comentou sobre a questão de uma possível SAF adquirir parte do clube, e mencionou uma exigência feita aos investidores.

“Vão chegar investidores para investir um dinheiro grande no clube. Mas a primeira coisa que eu conversei com um investidor foi: pagar a dívida do clube. O acordo que a gente tem é, quem vier botar dinheiro aqui, metade pra pagar dívida e metade pro futebol”, comentou Mário Bittencourt.

Além disso, o presidente do Fluzão disse: “Aí, lá na frente, sim, 100% futebol. Se não vira um ciclo histórico nos clubes brasileiros onde todos os títulos custam falência”.

Desta forma, o Fluminense poderá ter uma SAF, mas com a imposição feita pelo mandatário do clube, alguns investidores podem se afastar da ideia. Contudo, nada ainda está definido.

Presidente já comentou antes sobre a possibilidade de o Fluminense virar SAF

Em fevereiro deste ano, Mário Bittencourt já havia comentado sobre a possibilidade. No entanto, o tom adotado foi diferente. Em uma entrevista ao programa No Mundo da Bola, da TV Brasil, ele comentou que o clube não abriria mão do controle, aceitando apenas uma SAF minoritária.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Na altura, o presidente reconhecia a importância de atrair mais investidores para promover o crescimento do Fluminense, mesmo sendo a SAF uma das opções possíveis. No entanto, enfatizou que qualquer parceiro que venha a se envolver não se tornaria o acionista majoritário:

“O Fluminense faz um estudo há mais de um ano com o Banco BTG. É o nosso assessor nesse assunto, faz um estudo pro Fluminense. Estamos em fase de análise de dívida. Não temos projeto de fazer SAF com venda de controle. Pode ser SAF, busca de investidor… Se for SAF, seria como minoritário e não majoritário, como é por exemplo no Botafogo, Vasco e Cruzeiro, de entregar o controle de uma instituição mais que centenária”, disse.

Agora, parece que o clube mudou um pouco a direção do discurso, e provavelmente aceitará a ideia da SAF, mas apenas com a condição imposta pelo presidente.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo