DestaquesFluminense na LibertadoresÚltimas Notícias do Fluminense

Presidente da Conmebol bate o martelo e define o futuro do Fluminense na Libertadores

Depois de muita polêmica envolvendo a CBF, a Conmebol e, principalmente, os rivais Fluminense e Flamengo, a entidade responsável pela Libertadores e pela Sul-Americana tomou uma posição oficial e definiu o futuro do clube das Laranjeiras na competição.

Com a final marcada para o dia 4 de novembro às 17h no horário de Brasília, muita confusão surgiu na tarde da última quinta-feira (19) devido ao uso do Maracanã por parte do rival Flamengo. A equipe Rubro Negra havia solicitado o uso do estádio às vésperas da final, o que gerou revolta na Conmebol.

A entidade, como de praxe, gosta de ter o estádio livre de jogos por pelo menos duas semanas para tratar de questões comerciais, marketing e preparar o gramado em ótimas condições para a final. O Maracanã tem pecado nesse aspecto recentemente com muitas reclamações por conta do estádio.

A confusão chegou ao fim e a Conmebol emitiu sua decisão final

Após longas reuniões, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, confirmou que a final realmente será no Maracanã, definindo o futuro do Fluminense no estádio, onde estava previamente marcada, após desentendimentos com o Flamengo, com o FLu não precisando ter a final jogada em outro estádio.

Devido à não concordância do Flamengo e à CBF por aceitar o pedido do Fla, cogitou-se o uso do Estádio do Morumbi, casa do São Paulo, para a final, além de aplicação de multas ao Rubro-Negro e ao Governo do Rio pela confusão. No entanto, após reuniões, a situação foi resolvida entre as equipes.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Flamengo, que teria seu jogo contra o RB Bragantino no estádio no dia 28 de outubro, terá que adiar a partida para que o estádio seja cedido à entidade com antecedência para os preparativos, com a CBF assumindo a responsabilidade pelo adiamento e a remarcação do jogo do Rubro-Negro.

Vale ressaltar que esse imbróglio prejudicaria significativamente as logísticas do Fluminense e do Boca Juniors, uma vez que todos os ingressos já estão vendidos e as instalações de treinamento e preparação estão prontas. Isso poderia resultar em complicações com a data estabelecida.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo