Últimas Notícias do Fluminense

PIX de R$ 8,9 milhões pinga na conta do Fluminense e diretoria pula de felicidade

Em mais um momento de destaque ao comando do técnico Fernando Diniz, o Fluminense se consagrou como campeão da Recopa Sul-Americana, após derrotar a LDU por 2 a 0, no Maracanã. Além de representar mais um título inédito em sua história, a conquista é extremamente importante pensando na questão financeira, uma premiação que pode ser útil ao ano.

Por ter caminhado como campeão da Recopa Sul-Americana, o Fluminense embolsará 1,8 milhão de dólares (cerca de R$ 9 milhões). A Vice-campeã, LDU, ainda contará com uma premiação de 900 mil dólares (cerca R$ 4,48 milhões), valores que também são atrativos pela segunda posição. Mesmo com um placar em 2 a 0, o time carioca lidou com um confronto pesado.

Os dois gols da partida foram marcados por Jhon Arias, atleta que tem cravado cada vez mais seu nome na história do Fluminense. O jogador foi o grande herói e balançou as redes pela primeira vez aos 30 minutos, em uma importante cabeçada. Vale ressaltar que o time carioca dominou o primeiro tempo, contava com a posse de bola, mas tinha dificuldades em converter em chances de gol.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense lida com importantes emoções contra LDU

O atleta ainda conseguiu garantir o gol no pênalti sofrido por Renato Augusto. No segundo tempo, o Fluminense também acumula importante destaque, mesmo lidando com o nervosismo ocasionado pela incessante cera da LDU, que já contava com o resultado positivo do duelo de ida. Em casa, os equatorianos venceram por 1 a 0, algo que provava importante vantagem.

A cera dos adversários, inclusive, foi motivo de reclamação do técnico Fernando Diniz, entendendo que a arbitragem não contribuiu para o fim do problema no duelo. Ainda mais emoção, foi no momento em que John Kennedy foi expulso em atitude questionada, ao pisar na coxa de um adversário. Mesmo com a inferioridade numérica, o time carioca ficou com a vitória.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo