DestaquesMercado da Bola do FluminenseÚltimas Notícias do Fluminense

Novo reforço do Fluminense até “ontem” vendia batatas para sobreviver

O Fluminense continua a todo vapor no mercado de transferências e fechou recentemente com o seu quinto reforço para a temporada. O clube Tricolor, que até o momento só teve uma saída, a do zagueiro Nino, continua se reforçando em busca de mais uma temporada histórica e de títulos, assim como em 2023.

Desta vez, o reforço em questão é o meio-campista David Terans. O jogador uruguaio de 29 anos estava no Pachuca, do México, e havia perdido espaço, despertando o interesse de voltar ao Brasil, onde foi campeão com o Athletico Paranaense. O jogador, inclusive, já desembarcou no Rio de Janeiro para assinar com o Tricolor.

E com a contratação do meia, uma grande história sobre Terans surgiu quando ele ainda nem era jogador. De acordo com o GE, que publicou a matéria sobre a história de Terans, o meia, quando era mais jovem, vendia batatas com seu pai, Rodolfo. Juntos, percorriam o subúrbio de Montevidéu em uma caminhonete antiga na década de 2000.

Para complementar a renda familiar, pai e filho vendiam batatas. Ambos eram moradores de Jardines del Hipódromo, um bairro humilde da capital uruguaia. Eles batalharam muito em busca do sucesso. Hoje, anos depois, Terans foi de vendedor de batatas a campeão sul-americano e reforço do Fluminense para 2024, onde jogará no atual campeão da América.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Terans fala sobre sua chegada

Com uma história de vida difícil e comovente, Terans já chegou e proferiu suas primeiras palavras como novo jogador do Fluminense. Há anos atrás, ele consistia em torcer para a equipe do bairro, vender batatas com o pai e ir aos treinos na base do Nacional, gigante do país. Hoje, após anos de batalha, irá defender o atual campeão da América.

“Estou muito feliz por chegar ao Fluminense. Obviamente, já conheço o estilo de jogo do professor Diniz e do Fluminense, que tem jogadores de muita qualidade. Chego para aprender muito. Estou muito feliz por voltar ao Brasil. Eu tinha interesse em voltar ao futebol brasileiro. Assim que surgiu a oportunidade do Fluminense, eu topei. É um time que jogou muito bem no ano passado, foi campeão da Libertadores. Por isso, tomei a decisão, junto à minha família, de voltar”, falou Terans.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo