Destaques

Na calada da noite investigação terminou e Daniel Alves foi liberado

Daniel Alves enfrenta um grave problema após ser preso por acusações de agressão sexual, o crime que ocorreu há sete meses durante uma noite em uma boate na Espanha.

O lateral, que representou a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2022 e teve passagens por clubes brasileiros como São Paulo e Bahia, está detido desde 20 de janeiro em solo espanhol após a acusação.

Antes desse incidente, Daniel Alves já havia enfrentado desafios em sua carreira. Ele teve uma passagem conturbada pelo São Paulo entre 2019 e 2021 antes de seguir para o Barcelona e, posteriormente, para o Pumas, no México, onde estava quando ocorreu a prisão.

Caso tem novas atualizações

Após o ex-atleta ser acusado de agressão sexual a uma jovem de 23 anos em uma boate de Barcelona, na Espanha, Daniel Alves foi detido imediatamente. Ele está na prisão espanhola desde o dia 20 de janeiro e também teve seu contrato rescindido com o Pumas, além da sua esposa, Joana Sanz, ter se separado do ex-jogador.

Recentemente, o caso de Daniel Alves sofreu uma reviravolta desfavorável, com seu terceiro pedido de liberdade condicional sendo negado pelas autoridades judiciais espanholas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Este foi o terceiro pedido da defesa de Daniel negado pela Justiça espanhola, seu advogado, Cristóbal Martell, afirmou que o jogador precisará de “força mental” neste momento e planeja apresentar um novo pedido de liberação em nome de Daniel Alves.

Enquanto lida com seus problemas legais na Espanha, Daniel Alves viu um inquérito em seu nome ser arquivado pelo Ministério Público Federal (MPF) no Brasil. Esse inquérito estava relacionado a convênios do governo federal com uma ONG associada ao jogador. No entanto, agora o foco se volta para a tentativa de garantir a liberação condicional para o jogador, uma tarefa desafiadora devido à rigorosa abordagem da justiça espanhola em casos de importunação e agressão sexual.

Um exemplo disso foi o afastamento do presidente da federação espanhola por importunação sexual, após ele forçar um beijo com uma jogadora da seleção feminina da Espanha.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo