Últimas Notícias do Fluminense

Marquinhos se cansa e rasga o verbo sobre atuar na lateral do Fluminense

O atacante Marquinhos caminha como uma das principais peças do elenco comandado pelo técnico Fernando Diniz, em importante atuação na temporada de 2024. Não demorou para que ganhasse cada vez mais minutos em campo, seja em sua posição original ou como lateral-direito, um nome de grande utilidade, pensando nas ausências do time ao longo do ano.

Em entrevista ao ‘ge’, o jogador comentou sobre a oportunidade de atuar ao comando de Diniz: “Desde o primeiro dia em que eu tive contato com ele (Fernando Diniz), ele falou que eu viria para cá e eu ia aprender a jogar em outras posições. Eu já tinha essa consciência, de que poderia também jogar em outra posição além da minha, que eu iria aprender”, disse ele, que ainda complementou:

“Para vocês assim de fora, acho que é algo muito novo, mas eu joguei uma vez em 2021 ou 2022 com Rogério (Ceni) na lateral também. Acho que estou só dando continuidade nisso. Para mim é bom também aprender a jogar em outras partes dentro do campo, então é tranquilo. Faz parte da minha evolução, e acho que isso é muito bom”, finalizou o jovem jogador.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense reconhece importância de Marquinhos

Por ser uma peça versátil, Marquinhos vem sendo extremamente aproveitado pelo técnico Fernando Diniz, especialmente pela grande quantidade de lesões no elenco do Fluminense. Este seria o maior problema do clube, já que não conta com uma sequência em relação ao elenco ideal, ainda se desdobrando entre altos e baixos. Na Libertadores, há certa tranquilidade.

O clube carioca já está classificado para as oitavas de final da competição, e conquistou o feito de maneira antecipada, após derrotar o Cerro Porteño. Ainda assim, entra em campo nesta quarta-feira (29), e enfrentará o Alianza Lima, pela sexta e última rodada da fase de grupos. Vale lembrar que não há mais possibilidades de sair da liderança.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo