DestaquesÚltimas Notícias do Fluminense

Marcelo desembarcou no Beira-Rio para realizar seu sonho

Marcelo, um dos grandes jogadores do século 21, começou no Fluminense e logo se destacou, sendo vendido para o Real Madrid da Espanha em apenas um ano. No clube Merengue, o brasileiro se tornou um dos maiores ídolos da história e é, até hoje, o maior campeão da história do clube.

No Real Madrid, o jogador conquistou cinco Ligas dos Campeões antes de se transferir para o Olympiacos em 2022, após o término do contrato com o Real. No time grego, Marcelo ficou aquém do esperado, tornando-se até mesmo reserva. Em 2023, não hesitou em acertar com o Fluminense.

Embora tenha chegado sob desconfiança, Marcelo logo em seu segundo jogo provou que ainda era um lateral de alto nível, marcando o primeiro gol na goleada por 4×1 sobre o Flamengo na final do Campeonato Carioca. No segundo semestre, apesar de enfrentar algumas lesões, o lateral foi importante para a Libertadores da América, onde afirmou estar realizado ao conquistar o título continental com seu time do coração.

Durante a campanha na Libertadores, algo antigo foi resgatado por torcedores quando o lateral esquerdo do Flu comentou um desejo antigo que tinha: jogar no Beira-Rio por conta do gramado no estádio do Internacional. Em uma live com Raphinha em 2020, o lateral confirmou que o gramado era “top dos tops”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Marcelo rasga elogios ao Beira-Rio 

Na chamada, Marcelo, que na época estava no Real Madrid, falava com Raphinha, que havia acabado de deixar o Flamengo. Ambos os jogadores não hesitaram em elogiar o estádio do Internacional, que em 2023 se tornou um palco histórico para o Fluminense ao garantir a vaga para a final contra o Colorado no Beira-Rio, com Marcelo em campo.

“Rafa, posso te falar uma coisa? Joguei no Brasil em 2006, joguei no Beira-Rio e o gramado já era top dos tops dos tops. Hoje em dia deve ‘tá’ perfeito” – disse Marcelo sobre o gramado do Beira-Rio quando ainda jogava pelo Real Madrid. Raphinha completou, dizendo:

“Igualzinho Europa, não perde para nenhum. Mesmo nível. Sabe aquele jogo gostoso, que você não quer que acabe? A bola rola bonito, uma delícia. O melhor gramado do Brasil é o do Inter, do Beira-Rio” – contou Raphinha, que havia acabado de acertar sua transferência para o Olympiakos.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo