Últimas Notícias do FluminenseDestaquesFluminense no BrasileirãoJogos e Partidas do Fluminense

Mano Menezes fica feliz com empate e revolta a torcida do Fluminense

Treinador teve apenas dois treinos antes da estreia

Após seis derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, Mano Menezes desembarcou nas Laranjeiras para dar um alívio ao Fluminense. Nesta quinta-feira (4), em jogo válido pela 14ª rodada, o treinador fez sua estreia no plantel de Xerém, por onde empatou com o Internacional em 1 a 1. Mesmo deixando a desejar no Maracanã, o substituto de Fernando Diniz aprovou a evolução de seus jogadores.

Em coletiva de imprensa, Mano Menezes fez um levantamento geral do confronto entre Fluminense e Internacional. Sobretudo, por ter realizado apenas dois treinos com Germán Cano e companhia, o treinador foi enfático ao afirmar que é possível ver evolução a curto prazo. No entanto, fez questão de esclarecer a necessidade de avançar com um passo de cada vez.

“Quando você vem numa fase dessa, não tenha dúvida que a confiança cai. Aquilo que falamos hoje, a retomada da confiança não vem por decreto, não adianta fazer discurso forte, a retomada vem com atitudes simples e certas. O time vai ganhando corpo e evolução que, se continuada, retoma resultados que há tempos não vêm. Queríamos fazer 3 pontos, mas temos que pontuar”, iniciou o treinador.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Mano Menezes elogia torcida do Fluminense

Mesmo com os resultados negativos perseguindo o grupo das Laranjeiras há meses, Mano Menezes não deixou de elogiar a torcida. Segundo o comandante, os tricolores são o 12º jogador e contar com o apoio de todos em momentos conturbados dá um gás maior para que os atletas se esforcem ainda mais na busca por triunfos.

“Quando não der para fazer 3, tem que fazer 1. Jogar nesse lugar da tabela que a gente está, ponto é ponto. A torcida se portou bem em relação à pressão. Torcedor, nós só temos que elogiar. Num momento tão difícil, se colocam 40 mil pessoas no Maracanã, o torcedor é soberano no que acha. Isso vai fazer a gente mesmo errando alguns, fazer mais gols e levar a gente à vitória”, pontuou o professor.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo