Últimas Notícias do Fluminense

Lista do Mundial de Clubes está definida? Diniz revela

Às vésperas da Final da Copa Libertadores, o treinador Fernando Diniz fez uma revelação que surpreendeu os jornalistas durante uma entrevista coletiva. O comandante, que também trabalha com a Seleção Brasileira, afirmou já ter a escalação para a decisão diante do Boca Juniors, da Argentina, há um bom tempo. O preparo antecipado deu frutos…

Agora, a cabeça da torcida do Fluminense e do próprio Fernando Diniz + elenco está voltada para outra competição: o Mundial de Clubes. A data prevista para a estreia do Tricolor é o dia 18 de Dezembro, porém, o adversário ainda não está definido. Pode ser o Auckland, da Nova Zelândia, o Al-Ittihad, da Arábia Saudita (sede) ou o Al-Ahly, do Egito.

Vai ser difícil

Fernando Diniz, talvez, não tenha uma escalação definida na cabeça, aliás, muita coisa pode mudar em um mês só que revelou uma certeza para o Mundial de Clubes: será difícil selecionar os jogadores para viajar à Arábia Saudita, especialmente pela quantidade reduzida a 23, e não 26…

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“A lista para o Mundial vamos decidir em cima da hora. Vai ser difícil escolher. Confesso que eu tenho bastante dúvida. Vai ser difícil escolher. Não gostaria de ter que escolher. Se fossem 26 jogadores, como na Fifa, seria melhor para nós. Vou deixar para decidir perto da data limite”, comentou Fernando Diniz em entrevista coletiva após a vitória sobre o Coritiba por 2 a 1 pelo Brasileirão.

Fim de ciclo

Os três pontos conquistados confirmaram o rebaixamento do adversário que, pela primeira vez, sofreu um gol de Germán Cano. O argentino artilheiro do Fluminense nunca tinha balançado as redes contra o Coritiba na passagem pelas Laranjeiras. Agora, dos 19 participantes na atual edição do Brasileirão, só o Bahia (não enfrenta mais o Tricolor) detém o feito.

Fábio

Apaixonado por futebol desde os primeiros passos, sou mais um dos que tiveram o sonho de se tornar jogador interrompido por lesões (é verdade, operei o LCA duas vezes), mas também, claro, por outros inúmeros motivos. Tento, no Jornalismo, manter o meu contato com o esporte que amo com uma escrita diferenciada e única.
Botão Voltar ao topo