DestaquesEx-Jogadores e Ídolos do FluminenseÚltimas Notícias do Fluminense

Joia do Fluminense revela que não vai torcer para o Tricolor no Mundial

Nesta sexta-feira (22), o Fluminense irá enfrentar o Manchester City pela final do Mundial de Clubes da FIFA. Para o duelo que irá coroar o grande campeão do último formato atual, o Tricolor terá o apoio de sua torcida no Brasil e no mundo. No entanto, uma cria de Xerém, ao falar sobre a decisão, gerou um pouco de polêmica.

Grande nome nas categorias de base do Fluminense e vendido para o Manchester City em 2021, o jogador viveu dentro das duas equipes, o que fez com que, durante sua fala, não colocasse preferência por nenhuma das duas equipes na grande decisão, ficando em cima do muro para seu palpite na final do Mundial.

O jogador em questão é Kayky, atacante que em 2023 jogou emprestado ao Bahia, mas que tem contrato com o Manchester City e foi comprado pela equipe inglesa junto ao Flu em 2021. Kayky também teve uma breve passagem em 2022 pelo Paços de Ferreira de Portugal, e durante seu palpite para a final, o atacante revelou que está com o coração dividido nesta decisão.

Ex-Flu fica em cima do muro e não escolhe o Flu

Revelado pelo Fluminense e estando na equipe desde os 10 anos de idade, o ponta Kayky revela ter muita identificação com o Flu. No entanto, o jogador, contratado pelo Manchester City, não expressa preferência na final, optando, segundo ele, torcer para a melhor equipe vencer o título.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O Fluminense me revelou. Comecei desde pequeno. Passei 10 anos, foi o clube que fiz meu primeiro gol profissional e joguei minha primeira Libertadores. O Manchester é o clube que me contratou para ir para a Europa. Se tivesse como ser empate, seria maravilhoso. Mas o título vai ficar com quem merecer. Vou torcer para o futebol, que seja um jogo muito bom” – Falou Kayky sobre a final.

O ponta também comparou ambos os times e os DNAs das equipes, afirmando que, independentemente de tudo, será um jogão, já que o Fluminense, apesar de tudo, gosta de jogar com posse de bola, assim como a equipe do City, que também tem como característica o jogo com posse, afirmando que as duas equipes têm filosofias parecidas.

“São parecidos. O Fluminense em qualquer jogo tenta ficar com a bola e propor. Já tem esse DNA desde a base, tem até livro para isso. E o Manchester City também é um time que domina o adversário. Mas um vai ter que ficar com a bola. Vamos ver quem vai ficar desconfortável por não jogar da forma que gosta. A diferença são os ritmos. Tenho certeza que vai ser um jogão” – Finalizou o ex-Flu.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo