DestaquesÚltimas Notícias do Fluminense

Joia do Fluminense ganha milhares de seguidores em tempo recorde 

O Fluminense em 2023 alcançou o patamar máximo do futebol sul-americano, conquistando a América após anos de jejum e eliminações dolorosas. Em uma final dramática, com gol na prorrogação, o Flu ergueu pela primeira vez na história o torneio sul-americano, e um dos grandes heróis da equipe foi, sem dúvida, a base de Xerém.

Revelando constantemente talentos para o cenário nacional e internacional, a base do Fluminense foi fundamental na conquista da América. Os volantes titulares foram André e Martinelli, ambos provenientes de Xerém, formando uma dupla no meio-campo. Além disso, o gol do título na Libertadores foi marcado por John Kennedy, outra cria de Xerém o que já coloca todos na história do clube.

E John Kennedy, em especial, viveu um verdadeiro enredo de filme em 2023. No início do ano, mesmo sendo um dos destaques do Paulistão, foi rebaixado no estadual com a Ferroviária. No segundo semestre, retornou ao Flu e se tornou um ídolo na Libertadores.

John Kennedy tornou-se um herói no Flu

Mesmo com 21 anos e enfrentando muitos problemas extracampo, o artilheiro transformou-se desde o seu retorno em 2023, marcando inclusive o gol do título da América para o Tricolor. Além disso, ele marcou nas semifinais, quartas de final e oitavas de final, fazendo gols em todas as fases do mata-mata e se tornando um ídolo tricolor.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Essa ascensão também refletiu em títulos para o Fluminense, e o jogador explodiu nas redes sociais. Kennedy ganhou uma música dedicada a ele e diversos seguidores no Instagram, onde hoje já conta com um milhão de seguidores. Para efeito de comparação, até o dia 3 de novembro, um dia antes da final da Libertadores, Kennedy tinha 200 mil seguidores.

Vale lembrar que o cria de Xerém também vem ganhando destaque na Seleção, sendo convocado para o Pré-Olímpico junto com a seleção de Ramon Menezes. Apesar de desfalcar o Flu durante o tempo em que estiver com o Brasil, ele ganhará ainda mais destaque e visibilidade no mercado internacional.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo