Destaques

John Textor acaba de ser impedido de trabalhar no futebol brasileiro

Em semana agitada ao futebol carioca, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu anunciar nesta quinta-feira (14), a suspensão preliminar de John Textor, acionista majoritário do Botafogo. A informação rapidamente tomou conta das redes sociais, e foi levada em consideração com base no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

A medida conta com o descumprimento de decisões desportivas, considerando: “deixar de cumprir ou retardar o cumprimento de decisão, resolução, transação disciplinar desportiva ou determinação da Justiça Desportiva”. Textor foi punido por não apresentar as evidências de manipulação de resultados solicitadas pelo tribunal, alegando que a competência do STJD não se estende a questões criminais.

Assim, o profissional garantiu que encaminharia os documentos apenas ao Ministério Público, entendendo a importância das provas sobre a corrupção no futebol brasileiro. Ainda na semana anterior, Textor alegou possuir gravações de árbitros brasileiros reclamando da falta de pagamento de propinas, e posteriormente detalhou suas suspeitas sobre o caso.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Textor pode lidar com importante multa do STJD

Com a decisão sobre a suspensão, Textor ficará impedido de participar de competições e realizar atos oficiais, diminuindo suas possibilidades no cargo. Além disso, o STJD está considerando apresentar uma denúncia contra o empresário, o que poderia resultar em uma suspensão de 90 a 360 dias e uma multa de R$ 100 mil, algo que gera uma preocupação maior.

“Diante da gravidade da conduta do Sr. John Charles Textor, proprietário e Presidente do SAF Botafogo, que desconsiderou os preceitos estabelecidos pelo CBJD e desrespeitou a Autoridade da Justiça Desportiva além de ser ofensivo a integrantes dessa Corte, determino a sua suspensão automática”, afirma um dos trechos da decisão.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo