DestaquesÚltimas Notícias do Fluminense

Jogador da seleção brasileira revela comportamento obsessivo de Fernando Diniz

Fernando Diniz, mesmo sendo o técnico interino da Seleção Brasileira enquanto comanda o Fluminense, está cada vez mais empenhado em aplicar seu estilo de jogo para promover mudanças, especialmente nos resultados da Seleção, que teve alguns tropeços em diversas partidas.

Conhecido por seu comportamento bastante intenso, Diniz possui uma abordagem única no trabalho, sendo descrito por um de seus jogadores da Seleção como obsessivo pela busca das vitórias. Essa obsessão tem sido uma característica marcante em sua carreira, embora tenha enfrentado desafios, como no episódio notório em que comandava o São Paulo onde perdeu a vantagem de sete pontos no Brasileirão.

Após conquistar o Campeonato Carioca e a Libertadores em 2023, o treinador demonstra uma crescente determinação em seguir o caminho das vitórias. Apesar de ceder o lugar a Ancelotti após sua saída da Seleção, Diniz pretende deixar a equipe com uma base sólida de trabalho e, principalmente, resultados expressivos.

Jogador fala sobre obsessão de Diniz

Sob o comando do técnico Fernando Diniz, tanto na Seleção quanto no clube, o volante André fez grandes revelações sobre o comportamento do treinador, destacando vários pontos positivos. Ele ressaltou que Diniz, de fato, possui uma obsessão pela vitória, e não apenas o desempenho é importante para o treinador. Além disso, André enxerga um futuro promissor para a Seleção sob o comando de Diniz.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Nessa convocação, por estar sendo a terceira, ele já está colocando mais em prática o jeito dele. Até falei aqui na primeira vez que ele ainda estava se soltando, dessa vez ele já está mostrando mais a cara dele, é um treinador obcecado pela vitória. Ele é obcecado pela vitória e tenta colocar o time para jogar bem, tem isso de base, se o time joga bem e está encaixado, estará mais perto da vitória.” – Comentou André sobre o treinador.

Sob a orientação de Fernando Diniz, o Brasil teve três paradas para as datas FIFA, e André tornou-se uma presença frequente nas convocações do treinador. Na última pausa, inclusive, conquistou a titularidade, surpreendendo e destacando o intenso e obsessivo trabalho do treinador tanto na seleção quanto no clube.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo