Últimas Notícias do Fluminense

Ídolo do Fluminense admite ter recorde ameaçado por Cano

Atualmente fora do mundo do futebol, Washington Coração Valente, uma figura venerada na história do Fluminense, ainda mantém um recorde de destaque. Ele é o maior goleador de uma única edição do Campeonato Brasileiro, tendo marcado impressionantes 34 gols em 2004 enquanto jogava pelo Athletico-PR. Recentemente, ele apontou Germán Cano como um nome que pode atrapalhar sua marca.

“Tem o Cano (atacante do Fluminense), que foi o jogador que chegou mais perto recentemente. O Pedro (jogador do Flamengo), eu também vejo com potencial para isso. E é difícil dizer outro jogador. Apenas esses dois mesmo. O Palmeiras é um time que também poderia ter um jogador nessas condições, por ser um time muito forte, talvez o Flaco López”, disse.

Washington alcançou essa marca notável quando o Campeonato Brasileiro era disputado ao longo de 42 rodadas. Em comparação, atualmente as equipes se desdobram entre 38 rodadas. Devido a diferença entre as épocas, contando com a extensão do torneio, ele considera desafiador que alguém supere seu recorde. No entanto, Cano é nome de destaque no Brasil.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Cano marca seu nome na história do Fluminense

O antigo centroavante teve duas passagens marcantes pelo Fluminense, uma em 2008 e outra em 2010. Durante a segunda passagem com a camisa do clube, ele conquistou o título de campeão brasileiro e logo depois, se despediu dos gramados. No total, entrou em campo em 83 partidas, balançando as redes em 45 oportunidades e fornecendo dez assistências para o Tricolor.

Germán Cano é um grande nome do futebol argentino, no entanto, acumula cada vez mais destaque no futebol brasileiro, considerando seu faro de gol e habilidades dentro da área. Na Argentina, o atleta passou por diversos clubes, como Chacarita Juniors, Lanús e Unión de Santa Fe, entre outros. No Fluminense, segue como ídolo inquestionável.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo