Últimas Notícias do Fluminense

Hora do adeus: Diniz assume a Seleção Brasileira em definitivo

Após a vitória do Fluminense sobre o Fortaleza neste último domingo, 3, Fernando Diniz finalmente assumirá a seleção brasileira, deixando temporariamente o clube. O treinador, que está há um ano e meio no Tricolor das Laranjeiras, vai se dedicar integralmente à Amarelinha nas próximas duas semanas.

Toques finais no Fluminense

Diniz acredita que o período fora não atrapalhará a evolução do time. Ele deixou o entrosamento no clube como um dos principais trunfos para voltar com uma situação melhor do que a que está deixando.

Além disso, Diniz aproveitou os últimos dias para alinhar a parte técnica, física e tática com os integrantes da comissão fixa que permanecem no clube. Marcão, que comandará as atividades, Eduardo Barros e Wagner Berteli vão para a seleção.

O Fluminense vai aproveitar o período sem jogos para ter de volta o lateral-esquerdo Marcelo, que já está treinando. Além disso, precisará resolver o substituto de Samuel Xavier, suspenso para o clássico contra o Vasco, em 16 de setembro.

Paulo Henrique Ganso é mais um que pode aproveitar o descanso para retornar 100%. Ele foi desfalque contra o Fortaleza após levar uma pancada. Já o zagueiro Nino, poupado pelo desgaste, também vai para a seleção.

O Fluminense folga segunda e terça-feira. A reapresentação será na quarta à tarde. No sábado e domingo, os jogadores voltam a descansar.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Duas funções

Quando foi apresentado como técnico da seleção, Diniz garantiu que conseguiria se dividir nas funções. “Vou me dedicar 100% onde estiver. Quando estiver no Fluminense, dedicação total. Quando estiver na seleção, vou me centrar e me dedicar totalmente à Seleção. Claro que sou ser humano e não dá para fazer corte radical. Minha dedicação vai ser máxima onde estiver naquele momento”.

Diniz passou a dividir as duas funções porque a CBF não quis pagar a multa para tirá-lo do Fluminense. Por isso, acumula os cargos. O treinador, que está suspenso para a partida contra o Vasco, no dia 16, recebeu seu terceiro cartão amarelo neste domingo.

O preparador físico Marcos Seixas também estará cedido à seleção, assim como os jogadores Nino, André e Alexsander, o último convocado ontem para a sub-23. Arias vai servir a Colômbia nesse período.

A estreia na seleção brasileira

Fernando Diniz estreará pelo Brasil em 8 de setembro, contra a Bolívia, no estádio Mangueirão, em Belém. Depois, a seleção viaja até Lima e encara o Peru no dia 12, pela segunda rodada das eliminatórias.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo