Últimas Notícias do Fluminense

Goleiro Bruno aceitou proposta para defender arquirrival do Fluminense

Vivendo em liberdade condicional desde o início da temporada de 2023, em decisão realizada pela Justiça do Rio de Janeiro, o goleiro Bruno quase retornou aos gramados para vestir a camisa de um importante clube do futebol nacional. O atleta comentou sobre a oportunidade durante entrevista, e acabou surpreendendo os torcedores do futebol carioca.

Em participação ao programa Podcrê Podcast, o goleiro Bruno contou que esteve em conversas para atuar ao lado do Vasco da Gama em 2017. Vale lembrar que a possibilidade surgiu na gestão do então presidente da época, Eurico Miranda. No entanto, as conversas não evoluíram, algo que certamente teria dividido opiniões nos bastidores, levando em consideração o seu passado longe dos gramados.

“Eu saí de habeas corpus em 2017 querendo ficar mais em casa com a minha família e nem pensava em voltar a jogar futebol. Comecei a receber várias ligações, convites de clubes. Do nada, apareceu uma ligação do Rio de Janeiro e eu atendi, era o Eurico Miranda me fazendo a proposta para ir para o Vasco”, contou o ex-atleta, que acabou seguindo outro destino.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Bruno recebe sentença pela morte de Eliza Samudio

Ainda na temporada de 2010, enquanto ainda se desdobrava com a camisa do Flamengo, Bruno acompanhou o declínio de sua carreira, após ser acusado de envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio. Já em 2013, ele foi sentenciado a 20 anos e 9 meses de prisão por homicídio, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado, um caso que chocou o cenário nacional.

Vale ressaltar que a história nunca teve um desfecho, já que até hoje, o corpo da modelo não foi encontrado, deixando brechas para inúmeras possibilidades. O ex-jogador também não apresentou qualquer tipo de detalhe que facilitasse a busca. Em outras oportunidades, o atleta tentou retornar aos gramados, mas os torcedores não aceitavam a contratação.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo