Últimas Notícias do Fluminense

Galo recebe péssima notícia e facilita vitória para o Fluminense no Brasileirão

Após a saída de Eduardo Coudet, o Atlético enfrenta uma série de indefinições na zaga para o jogo contra o Fluminense nesta quarta-feira (21), às 21h30, em Volta Redonda. Os jogadores disponíveis para a posição passam por momentos distintos, com possíveis desfalques e até mesmo uma possível estreia após longo período de recuperação.

Se não houver imprevistos, Bruno Fuchs, Jemerson e Réver estão confirmados para a viagem e devem ser as principais opções para montar a linha defensiva. Porém, Mauricio Lemos é um desfalque certo, já que está defendendo a seleção uruguaia durante a Data Fifa, ao passo que Nathan Silva também deve ficar de fora devido à sua venda para o Pumas, do México.

Com a baixa confirmada de Mauricio Lemos e a provável ausência de Nathan Silva, Bruno Fuchs e Jemerson surgem como a provável dupla de zaga titular para enfrentar o Fluminense. Réver, ídolo do clube, vive o último ano de sua carreira e tem sido aproveitado de forma esporádica em 2023.

Outra novidade na defesa pode ser a volta de Igor Rabello, que se recupera de uma cirurgia no joelho e vem treinando normalmente com o grupo nos últimos dias. A presença do zagueiro na partida ainda é incerta, mas dependerá da avaliação da comissão técnica que comandou os últimos treinos na Cidade do Galo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O último apaga a luz

Com os desfalques na zaga, o técnico do Atlético precisará encontrar soluções para montar a defesa diante do Fluminense.

A tendência é que a zaga seja formada por Bruno Fuchs e Jemerson, com Réver entrando somente em caso de necessidade, já que o jogador está em fim de carreira e tem sido utilizado com moderação.

Além disso, a possível volta de Igor Rabello acrescentaria mais uma opção para o setor defensivo, podendo ser relacionado para a partida caso os médicos do clube o deem como apto. A partida desta quarta-feira promete ser um desafio para a zaga do Atlético, que terá que se reinventar em meio a desfalques e mudanças no comando técnico.

Rodrigo Simões

Apaixonado por futebol internacional e alternativo, assim como por lutas (MMA, sobretudo). A melhor coisa do mundo é desfrutar de um estádio em dia de jogo e de um bom show de rock n' roll.
Botão Voltar ao topo