Destaques

Gabigol pisa na cabeça do Flamengo e não quer mais saber do clube

Em início de temporada agitado ao Flamengo, a possível renovação de contrato com Gabigol ainda segue como um dos maiores debates nos bastidores. Inicialmente, foi confirmado um acordo entre as partes, ainda na temporada passada, concluindo um acordo até o fim de 2028. Na época, as partes brindaram sobre a decisão, no entanto, o documento não chegou a ser assinado pelo presidente Rodolfo Landim.

De acordo com informações do jornalista Diogo Dantas e ‘O Globo Esportes’, Gabigol se vê desamparado pelo Flamengo e deseja pensar no futuro, sem mais prioridade ao elenco carioca. Em um primeiro momento, o jogador demonstrava o desejo de dar continuidade ao seu trabalho no clube, e via de maneira satisfatória o acordo verbal sobre a renovação do acordo.

Contudo, a “desistência” do clube e a maneira como a diretoria levou a situação, abrindo possibilidades sobre uma saída, desagradaram o atleta. Neste primeiro momento, Gabigol está com a atenção voltada para resolver a sua suspensão, para que possa recuperar a credibilidade e o valor de mercado. Caso seja absolvido ao final do julgamento, o atleta pode retomar às atividades no futebol.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Gabigol acompanha declarações sobre continuidade no Flamengo

Atualmente, Gabigol pode sentir que está sendo prejudicado e não pensa em outra coisa, se não, retornar aos gramados. Recentemente, em entrevista para a Rádio CBN, Landim se posicionou e garantiu que só realizará uma proposta ao final do ano. A resposta surpreendeu o departamento de futebol do Flamengo. O vazamento de uma postagem do presidente também chamou a atenção:

“Não estamos abrindo mão, só não seremos reféns de um valor qualquer arbitrado por ele, muito acima do mercado que ele tem para renovar. Foi esta a principal razão pela qual não renovamos no passado. E nenhum jogador perderá mais se não tiver o contrato renovado do que ele exatamente por ser um grande ídolo. Perda de imagem que terá e se refletirá por toda a sua vida será brutal, não tenho dúvida”, disse.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo