Últimas Notícias do Fluminense

Foi chutado do Fluminense e se tornou o maior algoz do clube

Na última terça-feira (11), o Fluminense entrou em campo pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, e diferente do que idealizavam os torcedores, acabou sendo derrotado por 1 a 0 para o Botafogo. É importante pontuar que o resultado não representa o que aconteceu em campo, já que o adversário poderia ter saído com uma goleada em mãos. O goleiro Fábio foi essencial para evitar um revés maior.

Mesmo com um favoritismo importante em mãos, sendo o atual campeão da Copa Libertadores da América, o Fluminense tem um retrospecto pífio nos últimos 15 clássicos, completando um resultado negativo em confronto contra Marlon Freitas. O jogador foi revelado em Xerém, no entanto, foi dispensado em 2019, após o fim de contrato, em baixa.

No entanto, o mais impressionante é que o volante sempre teve sorte contra o antigo clube. Em 10 desafios, o atleta saiu do lado vitorioso em todas as oportunidades. O triunfo em 1 a 0 na última terça, foi a quinta em cinco jogos ao lado do Botafogo. Com a camisa do Atlético-GO, anteriormente, também completou cinco vitórias em cinco partidas disputadas contra o Fluminense.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense carrega histórico negativo contra Marlon

Assim, Marlon, velho conhecido da torcida do Fluminense, possui 100% de aproveitamento contra o antigo clube. Durante os confrontos, Marlon também balançou as redes em quatro oportunidades, acionando a “Lei do Ex”. Foram dois ao lado do Botafogo e dois pelo Dragão. Após o confronto, o jogador comentou sobre a parceria com o time carioca.

“Fico feliz demais, agradeço demais pela confiança, foi minha vontade também. Estou muito feliz aqui, sempre tentei fazer meu melhor, ajudar os mais jovens. Estou aqui para ajudar o Botafogo a conquistar coisas grandes, o Botafogo vem crescendo bastante. Estou muito feliz com a renovação, mas o trabalho continua, sou um cara de muita humildade e pés no chão”, disse Marlon Freitas, na zona mista.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo