Últimas Notícias do FluminenseDestaquesMercado da Bola do Fluminense

Fluminense vai virar SAF e ser vendido após chegada de investidor?

Tricolor está há dois anos procurando investidor

Apesar não ter um investidor presente no planejamento do Fluminense, o elenco orquestrado por Fernando Diniz foi capaz de superar as expectativas e conquistas dois títulos internacionais em um intervalo de cinco meses. No entanto, o o presidente tricolor, Mário Bittencourt, confirmou conversas com o banco BTG para a busca de um sócio para investimentos futuros.

Segundo o mandatário, o objetivo não é tornar o Fluminense uma SAF, mas assinar acordo com um investidor para atuar de forma que o clube associativo mantenha o controle sobre a operação. Sendo assim, a peça chave em questão seria apenas um um sócio minoritário.

– “Mesmo os clubes de maior investimento não conseguem ser hegemônicos por muito tempo. Tem de fazer comparativos reais. Tem que comparar o que era o Fluminense há cinco, seis anos. E o que vamos buscar não só no campo. É importante dizer para o torcedor que o clube continua avançando no setor financeiro, continua bem avançado de ter um aporte financeiro, de trazer um investidor. Para a gente se manter na prateleira que a gente alcançou. A gente vem conversando há dois anos. O BTG vem fazendo o trabalho. Estamos em uma fase de avaliação de números finais do clube. Justamente pelo que o clube fez nos últimos três anos” – explicou Mário Bittencout.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense e as cobranças na temporada

Apesar de ter faturado a Recopa Sul-Americana, a torcida do Fluminense não deixou passar barata a eliminação na semifinal do Campeonato Carioca para o Flamengo. Com as seguidas críticas e pressão da imprensa, o presidente do Tricolor das Laranjeiras saiu em defesa do elenco comandando por Fernando Diniz.

– Os clubes do futebol brasileiro que são vencedores são punidos na temporada seguinte. O Fluminense foi punido porque saímos de férias no dia 26 de dezembro, voltamos 26 de janeiro. Iniciamos com o time 3, nem o time 2. Há dois anos, a gente ganhou o Campeonato Estadual, escrevemos um livro para comemorar e fomos criticados. O importante era ganhar a Libertadores. Fomos bi estaduais, fizemos nova homenagem e fomos criticados – disse Mário.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo