Fluminense na LibertadoresFluminense no Brasileirão

Fluminense tenta acertar com reforço para a final da Libertadores

Zagueiro faz fisioterapia três vezes ao dia

O Fluminense concilia os treinos em função das dez rodadas restantes do Campeonato Brasileiro e a final da Conmebol Libertadores. Pensando em contar com força máxima, o departamento médico do Tricolor das Laranjeiras faz de tudo para recuperar a tempo o zagueiro Nino, que apresentou uma entorse no joelho enquanto defendia a Seleção Brasileira.

Fora dos gramados, o defensor não faz corpo mole e quer e retornar o quanto antes para ajudar sua equipe na busca pela glória eterna. Para se ter uma noção do empenho do jogador, Nino vem fazendo tratamento durante os três períodos. De modo geral, durante o dia, o zagueiro faz as atividades fisioterápicas do CT das Laranjeiras, enquanto em casa, no período da noite, conta com o auxílio de um profissional.

Devido a lesão, o defensor ficou de fora de três confronto do Tricolor das Laranjeiras. De modo geral, Nino não pôde participar do clássico diante do Botafogo, Corinthians e Red Bull Bragantino. Por coincidência, sem a presença do zagueiro, o Fluminense não conseguiu vencer nenhum confronto, totalizando duas derrotas e um empate.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Desfalques na Libertadores

Boca Juniors e Fluminense realizam a final da Libertadores no dia 4 de novembro, às 17h (Horário de Brasília), no Maracanã. Além de tentar recuperar Nino para a grande decisão, o Tricolor das Laranjeiras corre contra o tempo em busca de John Kennedy. O atacante apresentou problemas na região do púbis e pode ser outra dor de cabeça para Fernando Diniz.

Por outro lado, o técnico Jorge Almirón também tenta encontrar soluções para a sua titularidade. No segundo jogo da semifinal da Libertadores, diante do Palmeiras, o capitão Marcos Rojo acabou sendo expulso da partida. Sendo assim, o jogador não estará presente no banco de reservas e o Boca Juniors quebra a cabeça na busca por um substituto à altura.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo