Últimas Notícias do FluminenseBase do Fluminense - Sub 17 e Sub 20

Fluminense sofre reviravolta e é HUMILHADO pelo Botafogo

A torcida do Fluminense, talvez, ainda esteja vislumbrada com a ótima atuação na partida de ida contra o Olimpia, do Paraguai, pelas Quartas de Final da Copa Libertadores. O elenco de Fernando Diniz tomou conta do adversário e o placar de 2 a 0, com gols de Cano e André ficou barato, principalmente por conta do retrospecto horrível fora de casa do Tricolor.

O Fluminense, nas últimas dez partidas como visitante, venceu zero. O último triunfo aconteceu em Maio, diante do Cruzeiro, pelo Brasileirão. Cano e Ganso marcaram dentro do Mineirão. Desde então, são oito derrotas e dois empates. O Flamengo sofreu no Defensores del Chaco, resta saber se Fernando Diniz & companhia evitam uma reviravolta que seria vergonhosa.

Que fase…

E por falar em reviravolta vergonhosa, as crias de Xerém deixaram a desejar na tarde de sábado. O Fluminense entrou em campo pela quarta rodada do Campeonato Carioca Sub-17 com o Botafogo, nas Laranjeiras, e abriu o placar logo de imediato a partir de Kauã Velon. O adversário empatou e, não contente, virou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Os jovens de Xerém defendiam uma invencibilidade neste início de Estadual – duas vitórias e um empate – mas não sustentou o resultado. Foi o primeiro clássico na edição e, agora, o Fluminense ocupa a terceira colocação com os mesmos sete pontos de anteriormente.

Vai para o jogo?

Os mais velhos, profissionais, vestem a camisa do Fluminense neste domingo, a partir das 18h30, contra o Athletico, na Arena da Baixada. O treinador Fernando Diniz não garantiu se poupará os titulares de olho na volta da Copa Libertadores – quinta-feira (31).

O volante Aleksander, recém-recuperado de lesão, espera ganhar uma oportunidade desde o início: “Estou à disposição, estou apto para jogo. Vai depender dos treinamentos, o Fernando Diniz sabe bem a equipe que vai usar. Espero poder estar aí para poder ajudar ou entrar durante a partida.”

Fábio

Apaixonado por futebol desde os primeiros passos, sou mais um dos que tiveram o sonho de se tornar jogador interrompido por lesões (é verdade, operei o LCA duas vezes), mas também, claro, por outros inúmeros motivos. Tento, no Jornalismo, manter o meu contato com o esporte que amo com uma escrita diferenciada e única.
Botão Voltar ao topo