DestaquesEx-Jogadores e Ídolos do FluminenseÚltimas Notícias do Fluminense

Fluminense repatriou ídolos históricos de Xerem

O Fluminense se destaca muito no futebol brasileiro e mundial quando o assunto é a revelação de craques para o futebol. O tricolor, que sempre faz ótimas campanhas nas categorias de base, além de lapidar muito bem os seus craques, é retribuído em títulos, como a Libertadores de 2023, decidida por um jovem de Xerém.

Além disso, o Fluminense também tem bastante prestígio entre os jogadores revelados, repatriando ídolos históricos de Xerém e resultando em sucesso. Em 2023, também houve a repatriação de Marcelo, que foi extremamente importante nos dois títulos conquistados no ano. Além de Marcelo, outros jogadores de Xerém já retornaram outras vezes à equipe.

No elenco de 2023, além de Marcelo, o Flu também contou com Alan, que chegou em 2022 após passagens pelo futebol chinês, e Danielzinho, que estava no Bahia e chegou ao Flu após três anos no clube baiano. Apesar da forte identificação, Alan teve o contrato rescindido no meio de 2023, e Danielzinho ainda não conquistou seu espaço no elenco.

Jogadores históricos já voltaram a Xerém no passado

No passado, o Tricolor também já repatriou jogadores de futebol que foram revelados em Xerém. Um desses casos é Carlos Alberto, que foi campeão da Champions League de 2004 com um gol na final e retornou ao Flu em 2007, conquistando a Copa do Brasil de 2007, mas não ficando muito tempo no clube Tricolor.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Outro jogador conhecido, mas com um retorno apagado, foi Diego Souza, que atuou pelos quatro grandes do Rio de Janeiro, mas foi revelado pelo Fluminense. Em 2016, ele acertou seu retorno às Laranjeiras, mas jogou pouco, saindo em março para o Sport devido à demissão do técnico que o contratou, Eduardo Baptista.

Roger Flores, atualmente comentarista, é outro jogador badalado que atuou 221 jogos com a camisa do Flu, começando em 1996. Ele teve três passagens pelo Flu, jogando de 1996 até 2000, em 2002 por empréstimo e em 2004 também por empréstimo, contribuindo por muito tempo, mas infelizmente pegando a pior fase do Flu na história.

Por fim, outros dois jogadores que retornaram de Xerém para o clube formador foram o zagueiro Digão e o ponta Wellington Nem. Digão fez parte do elenco que se salvou do rebaixamento em 2009 e depois retornou em 2018. Já Wellington Nem foi peça importante no título brasileiro de 2012, retornando em 2019, mas sem o mesmo destaque de anos atrás, porém com ambos sendo tricolores de coração.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo