Últimas Notícias do Fluminense

Fluminense não quer nem saber e HUMILHA Vasco e Botafogo

Embora não tenha conseguido sair com os três pontos nos últimos confrontos contra Vasco e Botafogo (empate em 1×1 e derrota por 1×0, respectivamente, em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro), o Fluminense leva vantagem sobre os rivais em outra área importante.

Segundo o ranking de receitas do futebol brasileiro em 2022, divulgado pelo portal UOL Esportes, o Fluminense foi o oitavo clube que mais arrecadou, com 339 milhões de reais.

Em comparação com os rivais, o tricolor das laranjeiras obteve mais do que o dobro da receita de Vasco, com R$153 milhões (que jogou a segunda divisão) e Botafogo, com R$142 milhões.

O único clássico que o tricolor “perdeu” no setor financeiro foi contra o Flamengo, clube com a maior torcida do país, que lidera o ranking com 1,170 bilhão de reais. Palmeiras (R$791 milhões), Corinthians (R$737 milhões), São Paulo (R$661 milhões) e Atlético-MG (R$442 milhões) completam o top 5.

Além dos cinco primeiros, o Fluminense também está atrás de Internacional, com receita e 415 milhões de reais, e Red Bull Bragantino, com R$353 milhões.

Ranking escancara desigualdade na arrecadação entre os gigantes brasileiros

A soma dos valores de arrecadação dos cinco clubes que lideram o ranking é maior do que as verbas dos outros 15 clubes somadas, o que mostra uma clara disparidade no que diz respeito ao poder financeiro dos principais clubes do país.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Com discussões cada vez mais frequentes sobre a distribuição das cotas de televisão, será interessante observar se essa desigualdade será maior ou menor nos próximos anos.

Veja o ranking completo:

Flamengo – R$ 1,170 bilhão
Palmeiras – R$ 791 milhões
Corinthians – R$ 737 milhões
São Paulo – R$ 661 milhões
Atlético-MG – R$ 442 milhões
Internacional – R$ 415 milhões
Red Bull Bragantino – R$ 353 milhões
Fluminense – R$ 339 milhões
Santos – R$ 329 milhões
Athletico – R$ 326 milhões
Grêmio* – R$ 299 milhões
Fortaleza – R$ 259 milhões
Coritiba – R$ 164 milhões
Vasco* – R$ 153 milhões
Cruzeiro* – R$ 150 milhões
Ceará – R$ 150 milhões
América-MG – R$ 149 milhões
Botafogo – R$ 142 milhões
Cuiabá – R$ 133 milhões
Bahia* – R$ 107 milhões
Goiás – R$ 107 milhões

*Clubes que jogaram a segunda divisão do Brasileirão em 2022.

Pedro Sosa

Estudante de cinema que ama filmes e ainda não se encontrou na área, também apaixonado por futebol e pelo Fluminense. Grande admirador de cineastas disruptivos e que desaprovam o cinismo, e também obcecado pelas canhotas mágicas dos camisas 10 que desfilam nos gramados; ou seja: fã de Jean-Luc Godard e Lionel Messi.
Botão Voltar ao topo