Últimas Notícias do FluminenseDestaquesHistória do FluminenseJogos e Partidas do Fluminense

Fluminense não perde tempo e zomba da LDU após conquista da Recopa

Tricolor faturou duas taças seguidas no Maracanã

Nesta quinta-feira (29), o Fluminense derrotou a LDU por 2 a 0 no Maracanã e conseguiu conquistar pela primeira vez o título da Recopa Sul-Americana. Diante do Maracanã lotado, o time de Fernando Diniz se impôs do início ao fim e colocou os equatorianos no bolso em uma partida eletrizante. Por ter erguido o título da Libertadores da América no Brasil, o clube carioca fez publicação com a seguinte frase: “Una vez más en Rio”.

Jogar no Maracanã tem sido uma arma e tanto para o Fluminense sob o comando de Germán Cano. Além de ter faturado o Campeonato Carioca 2023, o Tricolor das Laranjeiras triunfou por duas vezes seguidas em uma competição organizada pela Conmebol. Em coletiva de imprensa, o treinador abriu o coração e falou sobre a importância do apoio da torcida ao longo da jornada do Time de Guerreiros.

– “Eu sou muito grato à torcida do Fluminense pela forma como ela me acolheu. Eu peço que eles sempre venham ao Maracanã. Esse estádio lotado com as três cores que traduzem tradição, como foi na final da Libertadores e como foi hoje, é muito lindo” – disse Diniz.

Apesar de ter perdido por 1 a 0 no jogo da ida, em Quito, o Fluminense não se abalou para o confronto final. Sem a altitude para dificultar o andamento da partida, os jogadores do clube carioca não decepcionam seus torcedores e quebraram um tabu de mais de 15 anos. Sobretudo, o tricolor havia sido vice-campeão para os equatorianos na Libertadores 2008 e Sul-Americana 2009.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense e o nome do título

Não se ganha jogo de forma individual, mas o título da Recopa Sul-Americana deve ser colocado na conta de John Arias. O meia-atacante deslanchou dentro das quatro linhas e orquestrou mais um título inédito para o elenco. Aos 34 minutos da segunda etapa, Samuel Xavier encontrou o colombiano, que não perdeu tempo e estufou as redes adversárias.

Com o marcador em 1 a 0, a partida estava sendo levada para a prorrogação, já que o mesmo placar foi executado no Equador. Contudo, aos 45 minutos da segunda etapa, mais uma vez Arias chamou a responsabilidade e garantiu o título do Fluminense ao converter uma penalidade.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo