Últimas Notícias do Fluminense

Fluminense, Flamengo e Botafogo desperdiçam chance de ouro na Libertadores

Na última quinta-feira (25), o Fluminense concretizou um empate sem gols junto ao Cerro Porteño, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. O primeiro turno não foi tão satisfatório ao Tricolor, no entanto, os jogos também refletiram em resultados negativos aos clubes do Rio de Janeiro que estão no torneio continental: Botafogo e Flamengo.

Em um primeiro momento, o sorteio e os grupos agradaram as equipes cariocas, no entanto, acabaram não surpreendendo dentro dos gramados. As equipes ainda não concretizaram suas classificações para as oitavas de finais, por isso, terão que buscar os resultados nos últimos três jogos, para que sigam para a próxima etapa. No momento, a situação mais conturbada é a do Botafogo.

A equipe comandada pelo técnico Artur Jorge, foi derrotada nos dois primeiros jogos, e venceu o último confronto, contra o Universitario, por 3 a 1. Assim, está na última posição do Grupo D. No entanto, o Botafogo ainda enfrentará duas partidas fora de casa, contra Junior Barranquilla, que o venceu no Nilton Santos, e o Universitario, além da LDU, no Rio.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense ainda possui posição superior em relação aos rivais

Assim, terá que vencer todos os jogos para garantir a vaga, sem contar com os resultados dos adversários. O Fluminense vive situação ainda confortável, já que está na primeira posição do Grupo A, acumulando cinco pontos. Na estreia, empatou em 1 a 1 junto ao Alianza Lima, venceu o Colo-Colo por 2 a 1, e encerrou com o empate em 0 a 0 contra o Cerro Porteño.

O Flamengo possui uma situação superior em comparação ao Botafogo, já que está na segunda posição em um grupo praticamente indefinido. Na primeiro posição, o Bolívar é líder absoluto. A primeira posição pode não ser a maior meta para o Rubro-Negro, considerando que encara o Millonarios e o Bolívar, no Maracanã, além do Palestino, fora de casa. 

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo