Últimas Notícias do FluminenseMercado da Bola do Fluminense

Fluminense está a um detalhe de confirmar primeiro reforço para 2024

A diretoria do Fluminense, talvez, tentou esconder as movimentações no mercado de olho na próxima temporada para demonstrar foco no Mundial de Clubes, porém, o portal Trivela fez questão de revelar as intenções de contratação. O Tricolor, que estreia no torneio internacional no dia 18 de Dezembro, está muito perto de fechar com um jogador do futebol estadunidense.

Todos sabem que o Fluminense não terá o zagueiro Nino para o ano de 2024. O Presidente Mário Bittencourt fez um acordo com o defensor de Seleção Brasileira – o mesmo serve ao volante André – e garantiu a transferência ao término da temporada depois de uma temporada histórica. O Tricolor, aliás, conquistou a Copa Libertadores de forma inédita ao vencer o Boca Juniors, da Argentina, em pleno Maracanã.

Então, nada mais justo do que o primeiro reforço do Fluminense de olho na próxima temporada ser uma alternativa à saída de Nino ou André. Aparentemente, a defesa “ganhou” a disputa. O Trivela informou a possibilidade de Antônio Carlos, do Orlando City, chegar às Laranjeiras. Falta apenas a liberação por parte do clube dos Estados Unidos da América.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Vem mais aí!

Ainda de acordo com o portal, o Fluminense não pretende parar em Antônio Carlos, que atuou no Orlando City durante as últimas quatro temporadas e, antes, vestiu as cores do Fluminense. A diretoria entende a necessidade de repor o sistema defensivo, carente não só pela saída de Nino, como a idade avançada e até possiblidade de transferência de Felipe Melo.

Para além dos dois e de jogadores das categorias de base, o Fluminense tem Marlon – emprestado até a metade de 2024 – David Braz – não inspira tamanha confiança – e Manoel, que retornará da suspensão aplicada pela Conmebol por uso de substâncias ilegais.

Fábio

Apaixonado por futebol desde os primeiros passos, sou mais um dos que tiveram o sonho de se tornar jogador interrompido por lesões (é verdade, operei o LCA duas vezes), mas também, claro, por outros inúmeros motivos. Tento, no Jornalismo, manter o meu contato com o esporte que amo com uma escrita diferenciada e única.
Botão Voltar ao topo