Últimas Notícias do FluminenseBase do Fluminense - Sub 17 e Sub 20

Fluminense conquista três títulos em apenas um dia

Comemora torcedor! O Fluminense acaba de conquistar um título e muitos nem saberiam. Não é só no profissional, sob a tutela de Fernando Diniz, que o Tricolor vive grande fase com direito a vaga na Final da Copa Libertadores. Os Moleques de Xerém também voam baixo na reta final do ano para trazer alegria e, mais importante, troféu.

No dia de sábado, as categorias Sub-15, Sub-17 e Sub-20 entraram em campo com objetivo de conquistar e “nada más”. Os mais novos, diante do Audax, mantiveram a escrita de toda Taça Guanabara: sem derrota. A campanha invicta foi coroada com um 2 a 0, nas Laranjeiras. Os gols saíram de Pablo Henrique e Lucas Gabriel. Nas quartas de final, o compromisso é contra o Nova Iguaçu.

Em um outro horário, foi a vez do Sub-17, também contra o Audax, celebrar o título da Taça Guanabara. A trajetória não teve o mesmo sucesso do Sub-15, porém, o desfecho teve mais brilho. O Fluminense goleou o adversário ao aplicar um sonoro 6 a 1. Matheus Reis, Júlio Fidelis, Brasília, Keven Samuel e Riquelme Felipe (2x) balançaram as redes. As duas conquistas traz a vantagem para as categorias decidirem os mata-mata do Campeonato Carioca em casa. O Sub-17 encara o Volta Redonda.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Copa Rio e Sub-20 também!

Por último, mas não menos importante, aparece a galera do Sub-20, à espera de uma chance no profissional. Os jovens participaram de uma decisão, da Copa Rio no caso, e abriram a porteira de títulos no sábado. O Fluminense, depois de superar o Botafogo por 6 a 0 como visitante, apenas administrou o resultado nas Larajeiras.

O Tricolor bateu o rival no Clássico Vovô por 1 a 0 com tento de Davi Melo, filho do zagueiro Felipe Melo. “É uma emoção muito grande. Fazer um gol na frente do meu pai é um sonho realizado. Eu tinha até falado com meu pai que só faltava o gol e graças a Deus deu certo, pude entrar e ser feliz.”

Fábio

Apaixonado por futebol desde os primeiros passos, sou mais um dos que tiveram o sonho de se tornar jogador interrompido por lesões (é verdade, operei o LCA duas vezes), mas também, claro, por outros inúmeros motivos. Tento, no Jornalismo, manter o meu contato com o esporte que amo com uma escrita diferenciada e única.
Botão Voltar ao topo