Últimas Notícias do Fluminense

Flamengo tenta contratar joia do Fluminense e é esculachado

O mercado da bola segue firme em 2024, e recentemente, Fluminense e Flamengo demonstraram interesse na contratação de Luiz Henrique, joia da base Tricolor, atualmente vinculado ao Real Betis, da Espanha. A busca pela aquisição do atacante tem gerado considerável atenção, dada a qualidade e o potencial do jogador em questão.

Segundo informações divulgadas pelo jornalista italiano Fabrizio Romano, especializado em transferências no futebol, tanto o Fluminense quanto o Flamengo tiveram suas propostas pelo jogador recusadas pelo Real Betis.

O clube espanhol, detentor dos direitos econômicos do atleta, mantém uma postura firme nas negociações, estabelecendo um valor considerado elevado pelos padrões brasileiros para a liberação de Luiz Henrique. Confira o post abaixo:

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Betis não venderá Luiz Henrique para o Flamengo

No caso específico do Flamengo, a diretoria do clube carioca chegou a se reunir com representantes do Betis na Espanha para tentar avançar nas tratativas. No entanto, a diferença entre o valor pedido pelo clube espanhol e o que o Flamengo estava disposto a pagar impediu que um acordo fosse alcançado.

O Real Betis estipulou o preço de 18 milhões de euros para negociar o passe do atacante, uma quantia significativa que reflete o valor atribuído ao jogador no mercado. Desta forma, o rubro-negro não contratará o jogador, por conta do alto valor.

Por sua vez, o Fluzão, clube anterior de Luiz Henrique antes de sua transferência para a Europa, também tentou reconquistar o jogador. Na tentativa mais recente, o clube das Laranjeiras ofertou 7,5 milhões de euros por 60% dos direitos econômicos do atleta, proposta esta que também foi recusada pelo Betis.

Esta situação ilustra não apenas o interesse dos clubes brasileiros em reforçar seus elencos com talentos que atuam na Europa, mas também as dificuldades financeiras e de negociação que essas equipes enfrentam ao tentar competir no cenário de transferências global, onde os valores envolvidos são frequentemente elevados.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo