DestaquesFluminense na LibertadoresÚltimas Notícias do Fluminense

FIFA e Conmebol ameaçam excluir o Fluminense da Libertadores

Uma grande polêmica nas últimas semanas gerada internamente dentro da CBF foi sobre a presidência da entidade. Além de viver todas as polêmicas dentro de campo com a falta de transparência com a torcida em relação à seleção e sobre o técnico, a CBF também recebeu um ultimato da FIFA e Conmebol.

A polêmica surge por conta da disputa judicial ocorrendo dentro da CBF, podendo gerar graves punições tanto à entidade máxima do futebol quanto repercutir nos clubes brasileiros. O Fluminense, recém-campeão da América, também seria prejudicado no contexto entre os clubes brasileiros.

Um exemplo claro foi a Rússia, onde o país recebeu a sanção máxima da FIFA, junto com a UEFA, sendo banida de todas as competições de seleções e clubes fora do país devido à guerra com a Ucrânia. A punição foi aplicada em 2022 e continua até os dias de hoje, e caso a CBF continue em turbulência, a mesma coisa poderia acontecer.

Fluminense pode ser prejudicado devido a problemas internos na CBF

A FIFA e a Conmebol, devido ao problema dentro da CBF, enviaram um comunicado oficial à entidade brasileira. Nele, as duas entidades internacionais informam que “a interferência indevida de terceiros contraria seus Estatutos e, se a intervenção judicial for mantida, não terão outra alternativa senão aplicar sanções”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No comunicado, eles informam que nenhuma eleição deve ser convocada ou realizada até que uma delegação das entidades internacionais visite o Brasil em janeiro para avaliar a situação e discutir o assunto com as partes envolvidas. Até o presente momento, inclusive, Ednaldo Rodrigues não é o presidente da CBF.

Caso os problemas envolvidos, iniciados por Marco Polo Del Nero e Ricardo Texeira, que estão inclusive banidos da FIFA por envolvimento com corrupção, sejam mantidos, os clubes brasileiros pagariam todo o preço. Eles não poderiam disputar competições fora do Brasil, sendo excluídos, por exemplo, da Libertadores, com o Flu indo junto.

A Seleção Brasileira também seria outra que sofreria sanções, já que a masculina seria automaticamente excluída e não poderia participar da Copa de 2026 nem da Copa América de 2024. Além disso, a seleção feminina também sofreria das mesmas punições e ainda prejudicaria a candidatura para a Copa do Mundo Feminina em 2027, onde o Brasil busca ser o país sede.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo