Destaques

Ficaram chupando o dedo! De La Cruz voltou atrás na decisão que havia tomado

Com o final da temporada de 2023 no futebol brasileiro, o mercado de transferências nacional começa a ficar agitado, e os bastidores e as transferências entre os clubes do Brasil começam a entrar em cena nos principais veículos de notícias. Nesse contexto, o principal rival do Fluminense, o Flamengo, anunciou a contratação milionária de Nicolás de la Cruz, gerando comentários.

O meia, que fez parte da Seleção Uruguaia na última Copa do Mundo, estava no River Plate desde 2017 e por lá se tornou ídolo. No entanto, com o crescente nível do futebol brasileiro em comparação com as demais ligas, o River Plate acabou perdendo o atleta para o Flamengo, fazendo até mesmo de la Cruz entrar em contradição.

Isso ocorre porque antes da transferência ser concretizada no final de 2023, o Flamengo sempre tentou investir no meia uruguaio, mas sempre recebia um não do jogador. Ofertas no início de 2023 e 2022 foram enviadas, mas o desejo do meia era permanecer na Argentina, onde era titular incontestável.

No entanto, nesta janela, Nicolás de la Cruz surpreendeu e aceitou a proposta do Flamengo, fazendo o River Plate ficar “chupando dedo” e indo contra a decisão que tinha tomado nos anos anteriores. Pelo River, o uruguaio realizou 236 partidas ao longo dos seis anos no clube, com 36 gols marcados, além de ter feito parte do título histórico de 2018, quando o clube argentino ganhou a Copa Libertadores da América em uma final contra o maior rival.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Flamengo já mira novos reforços 

Com Nicolás De La Cruz contratado, o Flamengo já começa a olhar outras oportunidades de mercado. Mesmo pagando a bagatela de 16 milhões de dólares, equivalente a R$ 77,7 milhões de reais, o time Rubro-Negro não deseja parar apenas em um reforço e tem uma quantia significativa para contratações.

Os próximos alvos, de acordo com jornalistas, são o zagueiro Léo Ortiz, do Red Bull Bragantino, e o lateral esquerdo Matías Viña, que tem contrato com a Roma da Itália. O objetivo na diretoria é evitar os erros cometidos em 2023, que culminaram em um ano melancólico para o clube, vendo o rival Fluminense conquistar os títulos e ficando sem nada no ano.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo