Últimas Notícias do Fluminense

Ficamos impressionados com a condição física de Felipe Melo

No último sábado (17), o Fluminense encerrou sua participação pelo Campeonato Carioca, sendo eliminado na semifinal, após confronto contra o Flamengo. No duelo de ida, ao lado de seu torcedor, o Tricolor sofreu uma importante derrota em 2 a 0, aumentando a vantagem de seu adversário. Após o empate em 0 a 0 no segundo jogo, os atletas ganharam folga, mas Felipe Melo surpreendeu.

O dia livre foi destinado aos jogadores nesta segunda-feira (18), no entanto, os treinamentos retornam na terça-feira (19), no CT Carlos Castilho. Sem perder tempo, o experiente zagueiro Felipe Melo segue em busca da melhor forma física, considerando os importantes compromissos junto ao Fluminense no ano. Nos stories de seu Instagram, o atleta compartilhou as atividades que são realizadas em casa.

Ainda no jogo de ida, quando o Fluminense cogitava a possibilidade de buscar os 3 gols de diferença, Felipe Melo comentou sobre o desempenho do elenco e garantiu que o time foi melhor no segundo tempo. No entanto, a expulsão do duelo pode ter mudado o rumo da partida, já que o Fluminense passou a se defender e não conseguiu buscar o empate.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Felipe Melo sonhava com a virada de chave

O zagueiro tricolor, no entanto, demonstrava confiança sobre o confronto de volta. “O primeiro tempo que o Flamengo criou bastante ocasião. Esqueceu de falar que até a expulsão o Fluminense foi bem melhor. O jogo se desenhava para um possível empate, depois que tivemos a expulsão, foi correr pra caramba e marcar”, revelou, à época.

Felipe Melo chegou ao Fluminense em dezembro de 2021, após não ter renovado seu contrato com o Palmeiras. Naquele primeiro momento, garantiu um acordo válido até o fim de 2023, renovando seu contrato até o final de 2024. No início, não vivia bom momento, e acabou transitando entre a titularidade e o banco de reservas. Agora, já possui o carinho do torcedor.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo