Últimas Notícias do Fluminense

Fernando Diniz encerra ciclo na Seleção Brasileira com derrota pra Argentina

Treinador acumula diversos tropeços históricos

Nesta terça-feira (21), a Seleção Brasileira entrou em campo pela última vez no ano para enfrentar a Argentina no Maracanã, em jogo válido pela 6ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. Apesar de ter o estádio em peso apoiando o Brasil, Fernando Diniz mais uma vez foi derrotado, finalizando a data Fifa ocupando a 6ª colocação com sete pontos.

Com gol de Otamendi, aos 18 minutos do segundo tempo, a Argentina saiu de campo com três pontos importantes, que colocaram a delegação na liderança das classificatórias. Por outro lado, a Seleção Brasileira, além de perder para a sua maior rival, acumula apenas 33,33% de aproveitamento sob o comando técnico de Fernando Diniz.

Sobretudo, em seis jogos, o comandante do Fluminense venceu dois duelos (Bolívia e Peru), empatou um (Venezuela) e foi derrotado e três partidas (Uruguai, Colômbia e Argentina). Além dos frequentes tropeços, Diniz fez com que os adversários quebrassem tabus históricos em cima da Seleção Brasileira. Confira os desníveis:

  • Primeira derrota como mandante nas histórias das Eliminatórias (Brasil 0 x 1 Argentina)
  • Primeira vez que a Venezuela não foi derrotada pelo Brasil (Brasil 1 x 1 Venezuela)
  • Primeira vez que o Brasil perde mais de dois jogos seguidos nas Eliminatória (Uruguai, Colômbia e Argentina)
  • Primeira derrota para a Colômbia na história das Eliminatórias (Colômbia 2 x 1 Brasil)
  • Mais gols sofridos que em toda a última Eliminatória: 2018 (5) x 2023 (7)

Em resumo, a derrota para a Argentina deixou o problema ainda mais evidente dentro das quatro linhas. Em 65 jogos como mandante em todas as eliminatórias sul-americanas, foram 51 vitórias, 13 empates e o primeiro deslize ocorreu justamente diante dos rivais. Em contrapartida, o Brasil marcou 173 gols e sofrido só 30.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Com a possível chegada de Carlo Ancelotti em junho de 2024, o embate contra a Argentina pode ter sido o último jogo oficial de Fernando Diniz sob o comando da Seleção Brasileira. Em contrapartida, alguns boatos envolvendo o treinador italiano ligam o sinal de alerta da CBF.

Diniz pode ficar no lugar de Ancelloti?

De acordo com o site “Relevo” Carlo Ancelotti, que segundo a CBF está apalavrado com o Brasil, negocia sua renovação de contrato com o Real Madrid. A princípio, o presidente Florentino Pérez deseja que fazer uma nova oferta para a renovação do treinador.

A nova investida do Real Madrid consiste em um contrato de dois anos, além da possibilidade de mais um ano fixo. Por se tratar também do futuro da Seleção Brasileira, a CBF começa a estudar a permanência de Fernando Diniz no cargo.

Não sendo nada discreto em suas façanhas, Carlo Ancelotti é um dos técnicos mais vitoriosos da europeia. Em sua estante de títulos, o possível treinador da Seleção Brasileira conta com quatro Champions League e três Mundiais de Clubes. Confira a lista abaixo:

  • Liga dos Campeões (2003, 2007, 2014 e 2022)
  • Mundial de Clubes (2008, 2015 e 2023)
  • Premier League (2010)
  • Campeonato Alemão (2017)
  • Campeonato Francês (2013)
  • Campeonato Italiano (2004)
  • Campeonato Espanhol (2022)
  • Supercopa da Uefa (2004, 2008, 2015 e 2023)
  • Taça da Inglaterra (2010)
  • Taça da Espanha (2014 e 2023)
  • Taça da Itália (2003)
  • Supertaça da Alemanha (2017 e 2018)
  • Supertaça da Espanha (2022)
  • Supertaça da Itália (2005)
  • Supertaça da Inglaterra (2010)

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo