Últimas Notícias do FluminenseDestaquesFluminense no CariocãoJogos e Partidas do Fluminense

Felipe Melo solta os cachorros e sobra até pro Flamengo

Zagueiro critica calendário que dificulta descanso tricolor

Após ser derrotado para a LDU no primeiro jogo da Recopa Sul-Americana, o Fluminense desembarcou no Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (23). Ao ser parado por alguns jornalistas, Felipe Melo falou sobre o o resultado negativo diante dos equatorianos e sobrou até para o Flamengo. Segundo o zagueiro, um clássico do nível do Fla-Flu não deveria ocorrer em meio a uma disputa por título internacional.

– “Ninguém fala absolutamente nada. Foi só um joguinho na altitude, 6 horinhas de voo. O jogo de domingo às 4h da tarde. Penso que se fosse ao contrário não teria jogo. Cabe até discussão sobre isso. Será que o Flamengo faria o jogo, ou é só com o Fluminense? Mas é isso. É um clássico. Não canso de dizer que o Flamengo é um dos maiores times do continente, muito forte. Se reforçou ainda mais. Então é sempre uma decisão” – afirmou o zagueiro.

A princípio, no próximo domingo (25), Flamengo e Fluminense se enfrentam pela 10ª rodada do Campeonato Carioca, às16h (Horário de Brasília), no Maracanã. Em jogo está a liderança do estadual e a possível conquista da Taça Guanabara. Contudo, o elenco comandado por Fernando Diniz não deverá usar seu time titular completo.

A motivação está no fato de que durante a semana, no dia 29 de fevereiro, Felipe Melo e companhia realizam o jogo da volta da Recopa Sul-Americana. Pensando em evitar desgaste e até mesmo lesões de seus jogadores, Fernando Diniz deve pregar cautela no embate contra o Flamengo. No mais, o confronto pelo título da Conmebol ocorrerá às 21h30, no Maracanã.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Felipe Melo e a polêmica com a arbitragem

Em coletiva de imprensa após perder para a LDU por 1 a 0, Felipe Melo foi o jogador responsável por representar o Fluminense. Indignado com os erros da arbitragem, o zagueiro perdeu a paciência ao ver que nenhum jornalista fez questão de pontuar o ocorrido.

– “Não, espera aí. Vai ficar por isso mesmo? Ninguém vai fazer pergunta sobre o árbitro? Ninguém vai contestar o que aconteceu? Isso é complicado, gente! Ninguém ninguém viu o que aconteceu? Pelo amor de Deus, né? Somos profissionais, pais de família, foram 6 horas de viagem! Isso aqui é minha vida, isso aqui é nossa vida! Ninguém fala nada? Eu falo muito pouco dos árbitros porque errar humano, mas hoje não foi erro. Aí cabe a interpretação de vocês. Não foi erro” – questionou o zagueiro.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo