Últimas Notícias do FluminenseDestaquesFluminense no BrasileirãoJogos e Partidas do Fluminense

Felipe Melo se envolve em nova agressão no Fluminense e recebe punição

Zagueiro foi bastante criticado por torcedores e rivais

No dia 15 de junho, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, Felipe Melo acabou perdendo a cabeça ao agredir o assessor de imprensa do Atlético-GO, Álvaro de Castro, na derrota do Fluminense por 2 a 1, no Maracanã. Após análise do processo, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) suspendeu o defensor por uma partida.

Sem atuar com a camisa do Fluminense desde a data do ocorrido, Felipe Melo já cumpriu a punição imposta pelo comitê desportivo. Todavia, mesmo podendo iniciar os trabalhos junto de seus companheiros de equipe, o Pitbull foi diagnosticado com uma lesão na panturrilha, na qual o departamento médico não tem como cravar prazo de retorno às atividades.

Por outro lado, enquanto o jogador foi suspenso apenas por um duelo, o assessor do Atlético Goianiense pegou uma gancho de 15 dias, uma vez que foi enquadrado por ter invadido o gramado do Maracanã. Após o apito final do jogo entre Fluminense e Dragão, o árbitro Gustavo Ervino Bauermann esclareceu o incidente na súmula da CBF. Confira:

“Informo que expulsei de forma direta o atleta Felipe Melo, da equipe do Fluminense, após o término da partida e fora do campo de jogo, por atingir com um empurrão de forma violenta nas costas do assessor de imprensa da equipe do Atlético-GO, o Álvaro de Castro Moura Neto, que, após o ato, veio a cair no solo. E assim, gerando tumulto generalizado. Informo que o atleta expulso teve que ser contido pelos companheiros”, escreveu Gustavo Ervino Bauermann.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre o caso de Felipe Melo

Nos minutos finais da partida, Zuleta garantiu a vitória rubro-negra, causando irritação por parte dos jogadores do Fluminense. Como forma de externar a felicidade pelo triunfo, o assessor do Atlético-GO correu em direção ao campo para comemorar os três pontos, mas foi surpreendido com um empurrão de Felipe Melo. Em entrevista à ESPN, o jornalista detonou a falta de caráter do atleta.

“O que me entristece nisso tudo não é nem a postura do Felipe Melo. O Atlético-GO ganhou o jogo, ele (Felipe) historicamente não sabe perder e não sabe ganhar. Ele é um ser humano desprezível e vai continuar sendo […] Ele vai continuar sendo um nada, mesmo que ele tenha muito”, disse Castro.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo