Últimas Notícias do Fluminense

Felipe Melo pede ajuda a ex-companheiro para salvar o Fluminense

O Fluminense vive grandes expectativas para a temporada de 2024, especialmente por chegar como o atual campeão da Copa Libertadores da América. Para aumentar a confiança sobre novos títulos, em busca de uma sequência positiva ao lado de Fernando Diniz, o Tricolor decidiu proporcionar o retorno do zagueiro Thiago Silva, atleta de grande experiência no cenário mundial.

O zagueiro Thiago Silva já foi apresentado oficialmente ao torcedor, em uma marcante festa que se desdobrou no Maracanã. No entanto, ele só poderá estrear a partir do dia 10 de julho. Em entrevista ao portal ‘ge’, seu novo companheiro de zaga, Felipe Melo, foi questionado sobre a contratação e comentou sobre a expectativa para que o atleta finalmente entre em campo.

“Vou ser bem sincero: minha expectativa está em vencer jogos. A gente tá em um momento em que a gente tem que vencer jogos. Esperamos de fato que o Thiago Silva possa vir com toda a força técnica e física dele, mental também”, disse o profissional. Mesmo que há expectativas sobre a chegada do atleta, o elenco segue focado em se livrar da sequência negativa pelo Campeonato Brasileiro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Felipe Melo preza por sequência positiva no Fluminense

A equipe vem se desdobrando entre altos e baixos, especialmente no torneio nacional, algo que se tornou uma cobrança evidente entre os torcedores. A chegada do zagueiro gera expectativas de que os resultados melhorem, no entanto, será necessário ajustar diversos erros que ainda são constantes. Thiago Silva é dono de uma experiência importante, que deve “sobrar” no futebol brasileiro.

Felipe Melo ainda completou: “Um cara que fica tantos anos jogando em alto nível na Europa tem que ser muito diferenciado. Que ele nos ajude, porque a gente precisa de ajuda nesse momento. Mas de fato a minha expectativa está em voltar a vencer logo, e tirar o Fluminense dessa situação que é muito incômoda”, finalizou

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo