DestaquesÚltimas Notícias do Fluminense

Fábio pega o Fluminense de surpresa, se emociona e anuncia grande retorno 

Fábio é, com toda certeza, um dos grandes nomes do Fluminense nesta temporada. O goleiro, mesmo no alto dos seus 43 anos, ainda joga como um garoto de 33, como ele mesmo já falou. Essencial no título da Libertadores da América com o Tricolor e nos títulos cariocas de 2022 e 2023, o goleiro se recuperou no Flu depois de muitos não acreditarem mais nele, com a queda e os anos na Série B com o Cruzeiro.

Na partida da última segunda-feira (18/12) pelas semifinais do Mundial de Clubes, o goleiro, por exemplo, foi peça chave na classificação do Time de Guerreiros para a final do torneio. Apesar da vitória por 2×0 sobre o Al Ahly, quando o jogo estava em 0x0, o goleiro fez defesas monumentais, garantindo o Flu na final.

Voltando a disputar um torneio da FIFA depois de longos anos, o goleiro comentou sobre a sensação de voltar aos grandes palcos internacionais. Sua última participação em um torneio da FIFA havia sido há 26 anos atrás, no Mundial Sub-17 com a Seleção Brasileira, e durante uma entrevista para a FIFA, ele falou sobre o retorno à competição da entidade.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fábio revela sentimento ao voltar a um torneio mundial

Campeão da Libertadores pela primeira vez em sua carreira, o goleiro Fábio concedeu uma entrevista aos canais oficiais da FIFA. Além de se emocionar com o retorno aos palcos da FIFA, o goleiro fez comentários sobre as condições do Fluminense no Mundial de Clubes em 2023.

“Faz muito tempo, mas voltei. 1997 foi um ano inesquecível. Tive a oportunidade de ser campeão mundial pelo Brasil naquela categoria, e agora esse também é um momento muito especial”, comentou o goleiro do Fluminense sobre sua passagem e título no Sub-17 com o Brasil. Ele ainda acrescentou:

“Foi o primeiro título do Fluminense na Libertadores, e agora temos a chance de competir na Copa do Mundo de Clubes. Faz muito tempo, sim, mas tomara que eu saia dessa competição da FIFA com ótimas lembranças, como em 1997”, finalizou o goleiro, acreditando que é possível sair campeão em 2023, assim como em 1997.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo